terça-feira, 18 de Outubro de 2016 09:24h

Domingos Sávio pleiteará início do funcionamento do SAMU Centro-Oeste

Deputado se encontrará com o Ministro da Saúde amanhã, 18, em Belo Horizonte

O deputado federal Domingos Sávio entregará, juntamente com o secretário executivo do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Ampliada Oeste - Cisurg, José Márcio Zanardi, o gerente de logística, Dárcio Abud Lemos e o coordenador de frotas, Arthur Henrique Medeiros Silva, o pedido para que o Ministério da Saúde contemple o consórcio com a cota parte federal no valor de R$1 milhão/mês para custeio do SAMU. O deputado entregará, ainda, um dossiê da atual situação em que se encontra o SAMU: estruturado, com pessoas contratadas e treinadas, com sede em todas as bases descentralizadas e as prefeituras de 54 cidades atendendo aos requisitos necessários.
Tal medida se faz necessária depois da negativa, por parte do Governo do Estado, em cumprir o acordo firmado com as 54 cidades de garantir o imediato funcionamento do SAMU Centro-Oeste. O Governo Mineiro, através do secretário-adjunto de Saúde, Nalton Sebastião, afirmou que o Estado não tem dinheiro para honrar o acordo anteriormente firmado e só colocaria a cota parte do Estado, no valor de R$1 milhão/mês se houver uma contrapartida da União no valor de R$1 milhão/mês e a participação dos municípios, como já vem ocorrendo.


"Vou me encontrar com o Ministro da Saúde, Ricardo Barros e o Secretário de Atenção Primária, Francisco de Assis, para batalhar por essa demanda de extrema importância. Vamos solicitar, junto ao Ministério da Saúde, para que o SAMU centro-oeste saia do papel, pois já estamos com toda a estrutura pronta e as pessoas qualificadas. Buscarei a cota parte do governo federal para iniciar o funcionamento", adiantou o deputado.
O deputado solicitou, ainda, uma audiência em Brasília, com o Ministro e sua equipe para apresentar o dossiê da estrutura que está aguardando o início do trabalho do SAMU. As cidades de Bom Despacho, Dores do Indaiá, Luz, Martinho Campos, Arcos, Cláudio, Itapecerica, Santo Antônio do Monte, Bambuí, Lagoa da Prata, Formiga, Pimenta, Itaguara, Itaúna, Nova Serrana, Pará de Minas, Pitangui, Campo Belo, Carmópolis de Minas, Oliveira, Santo Antônio do Amparo estão com estrutura pronta e gastos mensais firmados para serem bases descentralizadas do SAMU, que se concentrará de forma maior na cidade de Divinópolis. Há mais de 30 ambulâncias aguardando para começar e mais de 500 pessoas foram treinadas e capacitadas para atuar.

Leia Também

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.