quinta-feira, 27 de Agosto de 2015 10:09h Atualizado em 27 de Agosto de 2015 às 10:13h. Jotha Lee

Duplicação do anel rodoviário começa hoje em meio à polêmica com moradores

Concessionária informa que obra será concluída em um ano e cinco meses

Em meio à polêmica com moradores de oito bairros marginais localizados na região Nordeste da cidade, a Nascentes das Gerais, concessionária que administra a MG-050 desde 2007, anunciou ontem o início da duplicação do anel rodoviário. As obras começam hoje e a conclusão está prevista em 549 dias, pouco mais de um ano e cinco meses. O trecho a receber a duplicação começa no quilômetro 123,6, próximo ao trevo do bairro Bom Pastor, e vai até o quilômetro 127,2 - entroncamento para a BR-494, sentido Pará de Minas - totalizando 3,6 quilômetros em reforma.
Esta será a primeira etapa da duplicação do anel rodoviário, anunciada no final do ano passado pela concessionária. O projeto original prevê 12 quilômetros de duplicação, compreendendo todo o entorno rodoviário da cidade. O projeto apresentado pela Nascentes das Gerais já passou por várias modificações, porém ainda não atende aos moradores da região nordeste, especialmente dos bairros Candelária, Santa Marta e Jardim das Oliveiras. Segundo o líder comunitário, Manoel Cordeiro, presidente da Associação de Moradores do Jardim das Oliveiras, o projeto não contempla a melhoria do acesso à região e vai dificultar ainda mais o tráfego de veículos para entrada e saída dos bairros.
Em nota divulgada ontem a Nascentes das Gerais informou que o trecho cuja duplicação começa hoje, terá vias marginais, “beneficiando os motoristas que utilizam a rodovia para ir à Nova Serrana e os moradores que acessam os bairros locais”. O investimento feito pela concessionária no percurso é de R$ 21 milhões, com a geração de 150 empregos. Por dia, cerca de 12 mil motoristas passam pelo trecho.

 

DESVIOS
No início da duplicação, as obras não causarão grandes transtornos para os motoristas e segundo a concessionária, nesse primeiro momento não será necessária a construção de desvios. “Contudo, a recomendação é que os motoristas prestem atenção na sinalização horizontal e vertical, e respeitem o limite de velocidade do trecho pois haverá a presença de máquinas e homens trabalhando”, informa a nota da Concessionária.
Segundo a Nascentes das Gerais, o novo trecho é mais uma etapa da duplicação da MG-050 no perímetro urbano de Divinópolis. No ano passado, a concessionária finalizou a duplicação da via entre os quilômetros 120,86 e 122,5, além da construção de nova ponte sobre o Rio Itapecerica, totalizando investimentos superiores a R$ 9 milhões.
De acordo com o diretor executivo da Nascentes das Gerais, Joselito Castro, a duplicação da MG-050 em Divinópolis faz parte do processo de modernização da rodovia. “A duplicação dos perímetros urbanos permite mais conforto e segurança para os usuários da cidade e também para os que utilizam a MG-050 em viagens de longa distância”, afirma.
O contrato de Parceria Público-Privada (PPP) prevê a duplicação da MG-050 em Divinópolis do km 118,6 ao km 132,65. A Nascentes das Gerais também informa que as obras nos demais trechos serão iniciadas em breve e a previsão de conclusão da duplicação no perímetro urbano é para o final de 2016.

 

Créditos: Divulgação

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.