terça-feira, 18 de Novembro de 2014 05:45h Pollyanna Martins

Embriaguez é responsável por 30% dos acidentes no trânsito

Alerta é da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego

O fim do ano chegou e, com ele, as confraternizações. Momento em que muitos condutores fazem uma combinação perigosa: bebida e carro. Um estudo feito pela Associação Brasileira de Medicina de Tráfego apontou que do total de acidentes de trânsito, 30% dos casos envolveram o uso de bebidas alcoólicas. Segundo o Ministério da Saúde, a violência no trânsito é uma das principais causas de mortes. A pesquisa do órgão revela que, em 2012, 44.812 mil pessoas perderam a vida no trânsito.
Apesar de a Lei Seca ter ficado mais rígida em 2012, quando autorizou o uso de testemunhos, exame clínico, imagens e vídeos como meios de provas para confirmar a embriaguez de motoristas, muitos condutores insistem na prática. Segundo o capitão da Polícia Militar de Divinópolis, Marco Paulo, com a chegada das festas de final de ano há um aumento no número de acidentes.
“Tradicionalmente, em virtude das festas aumentam as infrações de trânsito. As pessoas acabam ingerindo mais bebida alcoólica e inclusive há esse risco de acidentes. Por isso nós fazemos a fiscalização. O que a gente percebe é que quanto mais festas e mais eventos, mais as pessoas acabam bebendo e dirigindo ao mesmo tempo”, conta o capitão.
Quem for pego dirigindo sob influência de álcool ou outra substância psicoativa, terá a carteira de habilitação recolhida e o veículo retido. O motorista está sujeito ainda à multa no valor de R$ 1.915,40 e à suspensão do direito de dirigir por 12 meses.
Para tentar inibir motoristas imprudentes, o capitão adianta que a Polícia Militar estará atenta aos locais onde serão realizadas festas e confraternizações. “A gente acaba permanecendo na mesma proporção, mas é uma quantidade que faz frente à realidade e vai atender a demanda. Então todos os locais onde ocorrerão festas nós vamos estar atentos a essa questão, fazendo todo tipo de abordagem e coibindo o uso da bebida e o volante ao mesmo tempo”, revela.

 

 

 

QUEDA NOS ACIDENTES
Outra pesquisa do Ministério da Saúde feita por meio do estudo anual Saúde Brasil 2010, mostrou que do total de mortes em 2009, 45,6% ocorreram entre pessoas de 20 a 39 anos. Quando somados aos que têm entre 15 e 19 anos, esse número sobe para 53,4%.
O capitão conta que os jovens se envolvem com maior frequência em acidentes de trânsito. “A gente percebe que o pessoal logo depois dos 18 anos até os 30 anos acaba sendo um pouco mais inconsequente, mas também são pessoas que passeiam mais, vão mais às festas. Então compreender e colaborar mesmo com a abordagem, e saber que a lei vai ser cumprida, e a gente vai ter que adotar as providências que são nossas obrigações, sem dúvida a situação será mais amena para o condutor”, orienta.

Foto: lei seca
Credito Pollyanna Martins
Legenda: Condutor pode pagar multa de R$1915,40 caso seja preso

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.