sábado, 7 de Março de 2015 05:54h Atualizado em 7 de Março de 2015 às 06:03h. Lorena Silva

Empresários do Mercado Municipal criam evento para homenagear mulheres

1º Troféu “Mulher do Mercado” ocorre na próxima segunda-feira, no próprio centro comercial

Com o objetivo de valorizar o papel que as mulheres cumprem no mercado de trabalho, principalmente no Mercado Municipal de Divinópolis, dois empresários desse local resolveram promover uma iniciativa que pudesse homenageá-las. Desse modo, criaram o Troféu “Mulher do Mercado”, cuja primeira edição ocorre nesta segunda-feira, a partir das 20h, no próprio centro comercial.
De acordo com uma das idealizadoras, Íris Moreira, serão 30 mulheres homenageadas – 23 que atuam diretamente no Mercado Municipal e outras sete que trabalham em outro local, mas visitam com frequência esse espaço. “Nós resolvemos valorizar as mulheres do mercado, contando a sua história, dando a elas um título mínimo que seja. Mas para que as impulsionem a olhar para frente e perceber o seu valor como mulher, na família, no comércio”, pontua.
O outro idealizador, Nelson Porto, explica que os troféus serão entregues por dois padrinhos, que também são empresários no município e se sensibilizaram com a iniciativa. O evento também conta com a presença de quatro cantoras, que farão participações ao vivo. “Vai ser um evento muito bonito, onde a gente quer realmente mostrar a força dessas mulheres, a garra dessas mulheres”, comenta.
RECONHECIMENTO
Uma das homenageadas do 1º Troféu “Mulher do Mercado” é Magda Pereira, que tem 54 anos e voltou ao mercado de trabalho após ter dedicado praticamente toda a vida à criação dos filhos. “Eu achei muito bom [ter aberto o empreendimento], porque com isso eu estou conhecendo gente nova, adquirindo mais amizades, conversando mais. Então, agregou a amizade com o comércio e é uma coisa muito boa, que tem feito muito bem a mim.”
Para ela, receber essa homenagem tem um grande significado. “Isso é sinal de que, além de mãe, eu, hoje em dia, posso estar na ativa de novo e isso é muito bom. Eu acho que o recomeço é uma coisa muito boa. A vida inteira eu me empenhei demais em ser mãe e estar sempre presente. Mas eu acho que agora eles estão crescidos e têm a vida deles e eu vou ter a minha agora”, finaliza.

 

Crédito: Lorena Silva

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.