quarta-feira, 2 de Março de 2016 10:14h Pollyanna Martins

Engenheiro Químico lança livro de ginástica cerebral em Divinópolis

O lançamento do livro ilustrado será hoje, no Auditório do Hotel River Palace, juntamente com a realização de 2 oficinas práticas gratuitas

O engenheiro químico, Carlos Maurício Prado, lançará hoje em Divinópolis o livro ilustrado “Ginástica Cerebral”, que ensina exercícios para ativar os dois lados do cérebro ao mesmo tempo. De acordo com o engenheiro, o nosso cérebro é dividido em duas partes: direito/criativo, esquerdo/lógico. O engenheiro conta que o trabalho foi desenvolvido pela Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, e é apresentado em primeira mão no Brasil. Carlos fez parte de uma equipe nacional que desenvolveu 32 exercícios, de apenas um minuto cada, para estimular o cérebro humano. “O nosso objetivo na ginástica cerebral é que os dois lados do cérebro trabalhem juntos, ao mesmo tempo, porque nem sempre isso acontece”, explica.
O engenheiro esclarece que, quando conseguimos conectar os dois hemisférios, ou seja, unir o cérebro, ele funcionará melhor. “Isso aumenta a capacidade da memória, da autoestima, do aprendizado. A gente não utiliza 100% do nosso cérebro, a questão é que nós temos um potencial extraordinário e mal aproveitado”, avalia. No livro, estão ilustrados os 32 exercícios desenvolvidos para todos os tipos de dificuldades: memória, concentração, autoestima, rapidez de raciocínio, clareza mental, aprendizado. Segundo Carlos, quando movimentamos lados opostos do corpo, o cérebro é obrigado a utilizar os dois hemisférios. “Esse exercício é bom para concentração, para quem é distraído. Você tem que movimentar a mão direita e a perna esquerda, alternando e cruzando. Tem exercício que é para a memória, para a criatividade, para quem troca letras, exercício da felicidade, para vencer o medo e a depressão”, conta.

 

 


De acordo com o engenheiro, os três fatores que mais prejudicam o desempenho do cérebro são: o estresse, a depressão e a insônia. O engenheiro explica que o estresse causa perda de rendimento; a depressão priva a pessoa de hormônios essenciais para a felicidade e a insônia faz com que o cérebro não se recomponha para o dia seguinte. Conforme Carlos, para ter um bom rendimento durante o dia, basta tirar sete minutos durante a manhã, para realizar os exercícios que estão no livro e, assim, aumentar o desempenho do cérebro. “Cada página do livro tem um exercício, e cada exercício é um minuto. A gente enfatiza muito que, de manhã, existem sete exercícios importantes. Antes de sair de casa, o aquecimento cerebral de sete minutos vai exatamente conectar os hemisférios do cérebro, e fazer o dia render mais. O primeiro exercício é, ao acordar, beber um copo com água”, revela.

 


EXERCÍCIOS
O engenheiro explica ainda que a água conduz eletricidade ao cérebro e o órgão é elétrico. “Neurônio não tem boca, e nem usa palavras. Ele emite impulsos elétricos para se comunicar. Beber água faz o raciocínio ficar rápido e ágil, e a memória funciona melhor”, esclarece. Outro exercício que deve ser feito ao acordar é massagear os dois lados da testa, com os dedos indicadores e dedos do meio, em movimentos circulares. “Nós devemos fazer uma massagem circular, não importa o lado que gira. Esses pontos são de acupuntura, e essa massagem faz a circulação de sangue aumentar no córtex frontal, que é o nome da testa, que é a parte inteligente, rica do cérebro”, ensina.

 

 


O lançamento do livro será no auditório do Hotel River Palace, na Rua Pernambuco, n° 154, Centro, em dois horários, às 15h e às 19h. A entrada é gratuita e, durante o evento, o engenheiro fará duas oficinas práticas gratuitas. De acordo com o engenheiro, os exercícios auxiliam ainda quem teve o cérebro danificado por um Acidente Vascular Cerebral (AVC), ou outros danos. “A intenção é fazer a demonstração para as pessoas verem que é simples, que é fácil, e que o efeito é sentido na hora. A ginástica cerebral ajuda em tudo. Na escola, para quem tira nota baixa, na terceira idade, para prevenir o mal de Alzheimer, manter a mente lúcida, prevenir”, conclui.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.