terça-feira, 2 de Outubro de 2012 12:05h Erik Ulysses

Evento de MMA é cancelado e organizadores são detidos em Divinópolis

Um evento que prometia agitar os apaixonados pelo MMA em Divinópolis acabou virando caso de polícia. Na noite de sábado ocorreria o Octofight, evento de lutas marciais que contaria com 24 lutadores de diversas cidades. Porém os organizadores não teriam efetuado o pagamento do valor combinado para os lutadores, além do octógono (o ringue do MMA) montado não oferecer condições de segurança para a prática do esporte. A Polícia Militar foi acionada no local e os três organizadores do evento foram presos por estelionato. Ao menos duas mil pessoas que compraram ingressos para assistirem às lutas do evento foram prejudicadas.

 


Os organizadores chegaram a pagaram alguns lutadores ainda no local, porém, como o evento não foi realizado várias pessoas que haviam comprado ingressos exigiram ressarcimento.

 


O evento já havia sido adiado uma vez. Primeiramente a data marcada era o dia 22 de setembro, porém, devido às chuvas o evento foi adiado para o último sábado, dia 29. O Octofight tinha uma previsão de 12 lutas e seria realizado no Parque de Exposições. Os expectadores que compareceram no evento se revoltaram e muitos fizeram Boletim de Ocorrência.

 


Os lutadores também reclamaram da estrutura do ringue que foi montado pelos organizadores. Segundo os atletas o octógono apresentava buracos no chão e que a grade de proteção não era segura.

 


Os organizadores, Cleber Jorge, de 47 anos, Eduardo Magela da Silva, de 38 e Arlei Adriano rocha, de 36 anos, foram presos por estelionato, levados para a delegacia onde prestaram esclarecimento e foram liberados. De acordo com a PM os organizadores alegaram que não tinham dinheiro para efetuar o pagamento dos lutadores, equipes de segurança, montagem de estrutura, iluminação e demais envolvidos na montagem do evento, devido à baixa arrecadação.

 


Os organizadores disseram ainda que todos os problemas foram causados por patrocinadores que não contribuíram, deixando os mesmos sem dinheiro. Os três garantiram que vão ressarcir todos aqueles que foram lesados pelo cancelamento das lutas.

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.