quarta-feira, 7 de Março de 2012 09:16h Atualizado em 7 de Março de 2012 às 10:48h. Cristiane Fernandes

Exposição homenageia Marli Rocha

Marli Rodrigues montou uma exposição cultural sobre a vida da miss Divinópolis Marli Rocha

Durante todo o mês de Março, a artista plástica, Marli Rodrigues, vai colocar em exposição no espaço cultural Ideal, fotos e pertences da Miss Divinópolis Marli Rocha. A intenção é homenagear a miss no mês da mulheres.
Há 45 anos , Marli Rocha, ganhou os concursos Miss Divinópolis, Miss interior de Minas e Miss Objetiva do Brasil, sendo considerada a mulher mais bonita do interior de Minas Gerais. Como foi um marco para a cidade, a artista plástica resolveu escolher a Miss para relembrar um pouco a trajetória da modelo “em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, preparei essa mostra no espaço cultural Ideal e nesse centenário busquei homenagear pessoas que realçaram, valorizaram e levaram o nome de Divinópolis” frisou.
O auge da carreira da miss foi em 1967, de acordo com a artista plástica, foi neste ano que o José Alonso Silva e o Ivan Silva, responsáveis pelo concurso, buscaram Marli Rocha para concorrer ao Miss Divinópolis. Vale ressaltar, que em 67 havia a repressão de comunicação e em 68 foi decretada a repressão militar, ou seja, ela se tornou miss em uma época muito difícil e mesmo assim, conseguiu seguir a carreira e levar o nome de Divinópolis para o Brasil todo. Além disso, a artista plástica reforça que as pessoas não gostavam de mostrar o corpo por achar que os moradores iriam falar mal, mas ela concorreu e mostrou a beleza da mulher brasileira.
Mesmo com toda repressão da época, quando ela foi consagrada como Miss Interior de Minas, a população de Divinópolis comemorou nas ruas “quando ela ganhou miss Interior de Minas, na cidade foi uma festa, tinha fogos e a vibração era total. Todos foram para a rua e o cordão de isolamento era a polícia” informou Marli Rodrigues.
A exposição vai ficar aberta ao público, no espaço cultural Ideal, no depósito Ideal, durante todo o mês de Março e o material adquirido pela artista plástica é exclusivo, pois a Miss, nunca disponibilizou esse material antes para ninguém da cidade “ a exposição traz as faixas, frasqueiras, luvas e troféus da Miss, além de muitas fotos inéditas da trajetória da Marli Rocha” ressaltou a Rodrigues.
Além de ser uma homenagem, Marli Rodrigues está muito feliz de realizar a exposição por considerar a Miss uma mulher de exemplo “estou muito feliz de realizar a mostra e relembrar esta época, porque a memória do coração é a lembrança mais valiosa, porque a gente lembra e ativa as energias, além disso, Marli Rocha é uma mulher de exemplo para todos nós” frisou.

 

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.