sábado, 16 de Janeiro de 2016 03:54h Atualizado em 16 de Janeiro de 2016 às 04:06h. Mariana Gonçalves

Falta de limpeza em bueiros contribui para ocorrência de alagamentos em Divinópolis

Quando começa o período de chuvas, um problema fica ainda mais evidente em Divinópolis: os bueiros entupidos

Em diferentes pontos da cidade é só chover para que as ruas e calçadas fiquem totalmente alagadas, impedindo, inclusive, que os veículos transitem com tranquilidade. O lixo acumulado em grande quantidade nas peças que cobrem os bueiros é um dos principais motivos para que a água não consiga escoar com facilidade. Durante esta semana, nossa equipe de reportagem percorreu alguns pontos da cidade, onde foi claramente possível identificar está situação, (sem contar ainda, das péssimas condições físicas em que muitos se encontram).
No início da Avenida JK, no Bom Pastor, uma determinada parte da via sempre que chove, alaga, e a situação é antiga. Conforme comerciantes locais, todos os anos é a mesma coisa, logo que começa o período chuvoso, quem tem loja na parte baixa da via, onde costuma ser o ponto que mais acumula água, logo se prepara para enfrentar as enchentes como pode.
Outro ponto que também chamou nossa atenção, ainda na Avenida JK, foi próximo à rotatória de acesso à rodoviária e ao Centro. O alagamento por pouco não chegou na porta da farmácia, o nível de água concentrada no local foi bastante considerável.
No Centro, a Divino Espírito Santo também apresentou trechos alagados, assim como no Sidil.

 

PREFEITURA

Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura, a Secretaria de Operações Urbanas realiza constantes operações de manutenção e limpeza dos bueiros no município, no entanto, cabe à população também zelar pela limpeza deste equipamento, não jogando lixo nas ruas (com as chuvas, tudo o que está descartado no chão vai para os bueiros).
De acordo ainda com a Prefeitura, identificando um ponto com problema que seja referente a alagamentos, os cidadãos podem entrar em contato com a Secretaria de Operações Urbanas, que tão logo uma equipe comparecerá ao local.

 


CUIDADOS

Alagamentos ou enchentes são sempre perigosos, por isso, a recomendação é que as pessoas que estiverem a pé, e forem surpreendidas por uma situação desse tipo, procurem imediatamente um local coberto e, de preferência, com elevação para garantir que a água não chegue até elas.
Outra orientação é que as pessoas não tentem atravessar o curso de água, pois podem se deparar com vários objetos sem conseguir visualizá-los, podendo causar transtornos maiores. Além disso, os motoristas não devem atravessar trechos alagados e sair imediatamente do veículo, porque não se sabe o volume da água que está por vim.
Também não é recomendado que se façam tentativas de resgate sem as ferramentas adequadas, podendo colocar em risco tanto a vida de quem está no alagamento, quanto de quem tenta realizar o resgate. A recomendação é sempre acionar os Bombeiros e não se arriscar a salvar alguém sem os equipamentos necessários.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.