sexta-feira, 24 de Julho de 2015 11:02h Atualizado em 24 de Julho de 2015 às 11:04h. Mariana Gonçalves

Familiares organizam campanha solidária para adolescente encontrar doador compatível de medula

Familiares e amigos da jovem divinopolitana Isabela Araújo Camargo, de 17 anos, iniciaram uma campanha solidária, por meio das redes sociais, com o objetivo de encontrar um doador compatível de medula óssea para a adolescente

Segundo a prima de Isabela, Júlia Eduarda Silva Leite, a família faz um apelo aos divinopolitanos para que quem puder se cadastre como um doador no Hemominas.

Isabela está em tratamento contra a leucemia e atualmente se encontra internada em um hospital de Belo Horizonte, fazendo as seções de quimioterapia. “Ela tem dois irmãos e eles são 80% compatíveis com ela, mas o médico disse que a compatibilidade tem que ser em 100%. Sabemos que isso não é fácil, mas temos fé que iremos encontrar alguém”, comenta Júlia.

Júlia conta que há cerca de três meses Isabela foi internada com um quadro de anemia profunda e com a realização de exames, os médicos descobriram que se tratava de leucemia. “Toda a nossa família está sofrendo, é a primeira vez que temos um caso dessa doença na família e está sendo muito difícil. A Isabela é uma menina muito boa, estamos rezando para que o doador seja encontrado o mais rápido possível.”

IMPORTANTE

O cadastramento de candidatos à doação de medula óssea é feito pela Fundação Hemominas e vinculado ao Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome). O interessado em se candidatar deve se dirigir a uma das unidades de atendimento, onde vai receber orientações sobre o cadastramento e a doação da medula óssea.

O cadastramento poderá ser feito previamente através do preenchimento do Formulário de Identificação do candidato à doação de medula e da assinatura do Termo de Consentimento entregues no dia. Para integrar o cadastro de doadores, a pessoa tem que ter entre 18 e 54 anos de idade e apresentar boa saúde. No ato do cadastramento será colhida uma pequena amostra de sangue destinada à realização do exame HLA. Este exame vai traçar as características genéticas do candidato e verificar a compatibilidade com pacientes que estão na fila de espera para transplante de medula óssea. Para obter mais informações, procure uma unidade de atendimento.

Documentos necessários: documento de identidade oficial com foto, dentro do prazo de validade; formulário de identificação do candidato à doação de medula (preenchido); formulário do Termo de Consentimento (assinado).

 

Crédito: Reprodução

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.