quinta-feira, 27 de Dezembro de 2012 05:40h Atualizado em 27 de Dezembro de 2012 às 05:43h. Paulo Reis

Famílias recebem casas do Residencial Copacabana

Cerca de 498 famílias foram beneficiadas com novas residências

No ultimo sábado (22), por volta das 16h foi realizada pela prefeitura de Divinópolis a solenidade de entrega oficial das 498 casas do residencial Jardim Copacabana. Este foi o terceiro conjunto habitacional entregue nos últimos anos.
Além da entrega do residencial foi feita ainda uma Festa de Natal para as famílias em parceira com a organização do Natal Solidário. O conjunto habitacional foi desenvolvido através do programa Divino Lar – Minha Casa, Minha Vida, que bateu recorde de habitação com a entrega de 1.272 moradias.
O deputado federal Jaime Martins reforçou a união dos deputados por Divinópolis. “É gratificante ver essas famílias felizes e alegres. Cheguei um pouco mais cedo e conversei com várias pessoas, que fizeram questão de manifestar a alegria e contentamento. Algumas estavam em situação financeira difícil para honrar o compromisso com o aluguel. Vamos continuar esse nosso trabalho junto com o prefeito Vladimir para que mais pessoas possam ser atendidas com a casa própria”, destacou.
Há cerca de dois meses, antes da entrega oficial das moradias, foi realizado o sorteio das casas e na sequência a entrega das chaves. O primeiro aconteceu no Poliesportivo da cidade e o segundo no auditório da Semusa. Na primeira etapa esteve presente também uma equipe da Caixa Econômica Federal, que atuou no processo como financiadora do imóvel. Uma mesa foi montada, para que as pessoas pudessem passar pela conferência de documentos e sanar as dúvidas.
De acordo com o coordenador e vice-prefeito Francisco Martins, esta é a maior entrega de unidades residenciais da atual administração municipal, que é recordista no setor de habitação. A alegria em por fim a uma longa espera, era possível notar nos olhos de cada pessoa que estava no local.
Cerca de 10% dos moradores do novo conjunto fazem parte das famílias retiradas das áreas de risco do município. A grande maioria destas famílias veio do bairro Candelária.
Estas pessoas tiveram o apoio da prefeitura para realizar a mudança que começou no último dia 10 de dezembro. No local uma equipe da prefeitura com a ajuda das concessionárias Cemig e Copasa fez a mudança das 27 famílias que estavam fixas naquele local de forma irregular.
A região que é considerada uma APP (Área de Proteção Permanente) estava habitada há mais de 10 anos. Na época das duas ultimas enchentes que atingiram a cidade, os moradores tiveram muitos prejuízos, já que as casas foram construídas muito próximas ao rio Itapecerica.
Antes da retirada destas famílias da região do bairro Candelária, todo um trabalho social foi realizado com os moradores, que receberam instruções quanto a real situação de risco de permanecer naquela área.
A medida que as casas construídas irregularmente as margens do Rio Itapecerica na altura do bairro Candelária iam sendo desocupadas os tratores realizaram a demolição dos imóveis.
Segundo Coronel Adriano, coordenador da Defesa Civil do Município, a área será toda revitalizada, “já existe um projeto em andamento junto a Secretaria de Meio Ambiente para isto”.
Das 27 famílias do bairro Candelária, 23 foram agraciadas com uma moradia nova no Conjunto Habitacional Jardim Copacabana.
Além deste conjunto, novos projetos estão por vir. De acordo com Francisco Martins, para o ano de 2013 já estão sendo estudados novos locais para que a continuação do sonho da casa própria, não seja interrompido. “Se Deus quiser ano que vem, começa o projeto Minha Casa,Minha Vida II. Já estamos discutindo e planejando a construção de mais outras mil unidades para o Minha Casa,Minha Vida II”, finaliza.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.