sábado, 21 de Fevereiro de 2015 04:32h

Fazendo Arte traz doutor em teatro para ministrar oficina

O Fazendo Arte promove amanhã (22) a oficina “O Olhar do Griot sobre o Ofício do Ator” com doutor em teatro Isaac Bernat, que realizou diversos trabalhos na Globo como “Malhação”, “Linha Direta Justiça”, “Grande “Família” entre outros

O evento direcionado para os arte-educadores do projeto e profissionais da área pretende investigar o papel de contar histórias.
De acordo com o Isaac Bernat, a partir dos anos de convivência com o griot africano Sotigui Kouyaté, a oficina pretende investigar o papel que o ato de contar histórias individualmente e em grupo pode ter no reconhecimento da identidade do ator, bem como na afirmação e no fortalecimento de sua autonomia criadora. “A oficina é fundamentada na convivência de 10 anos com Sotigui Kouyaté que originou a minha tese de doutorado: ‘O olhar do griot sobre o ofício do ator: uma reflexão a partir dos encontros com Sotigui Kouyaté’. Os griots têm uma função indispensável na África Ocidental, pois são a memória do continente africano”, destacou.
Ainda segundo Isaac, os griots são sábios itinerantes, conselheiros dos reis e de chefes tradicionais, mediadores e mestres de cerimônias em todas as épocas.
Conforme o doutor,  na oficina serão aplicados exercícios específicos que buscam resgatar a sensibilidade perdida no cotidiano.  “O curso pretende expandir a percepção individual de cada aluno bem como valorizar a noção de grupo através de um Encontro pleno entre os participantes. Além dos exercícios, haverá um trabalho focado na figura do contador de histórias que está na base de qualquer tipo de atuação”, afirmou.
Para a diretora artisticas do projeto, Lene Pereira, a vinda de Isaac Bernat, fortalece e enriquece a proposta do Fazendo Arte. “É fantástica essa proposta do projeto Fazendo Arte de possibilitar este intercâmbio com grandes artistas. É diminuir fronteiras de conhecimentos. Um artista com uma grande bagagem  de experiência fortalece e enriquece ainda mais o trabalho que desenvolvemos no projeto, destacou Lene.
Informações sobre o horário e local do evento podem ser obtidos pelo 3222-5508 ou 9109-4158 com a coordenadora do Fazendo Arte, Lenir de Castro.

Currículo
Doutor em Teatro pela Unirio e professor de interpretação da Faculdade Cal, Isaac publicou em 2013 o livro "Encontros com o griot Sotigui Kouyaté" pela editora Pallas. Entre as peças que dirigiu destacam-se:"Desalinho", de Márcia Zanelatto", "Lili - uma história de circo" de Licia Manzo, "Deixa Clarear", de Marcia Zanelatto, “Calango Deu – Os Causos de Dona Zaninha” de Suzana Nascimento; “Querida Helena Sergueievna”, de Ludmila Razoumovskaia; ”O Diário de Anne Frank”, de Michael Cohen  Enid Futterman, Lili uma história de Circo, de Licia Manzo e  Sherazade, de Suzana Abranches. Foi indicado ao prêmio Mambembe Infantil de ator em 1986,1994 e 1997.
Em 1995, ganhou o Prêmio Coca-Cola por "As Aventuras de Pedro Malazartes. No cinema atuou nos filmes: “Romance de Geração”, direção de David França Mendes (2008); “Achados e Perdidos”, direção de José Joffily (2005); “Lost Zweig”, direção de Silvio Back (2002);  “Forall” de Luiz Carlos Lacerda e Buza Ferraz (1996) e "Sonho de Valsa", direção de Ana Carolina. 
Na TV Globo fez inúmeros trabalhos entre os quais “Malhação” (2010/2009), direção de Mario Marcio Bandarra; os seriados “A Grande Família”, “Força Tarefa”, “Carga Pesada” e “A Diarista” e os programas “Faça sua História” e Linha Direta Justiça “O Caso Rio Centro”.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.