terça-feira, 29 de Setembro de 2015 11:59h

Femudiv promove oficinas e apresentações musicais gratuitas

A 6ª edição do Festival Nacional de Música de Divinópolis (Femudiv) será realizada de 11 a 16 de outubro de 2015

O projeto viabilizado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura da Prefeitura de Divinópolis promove oficinas musicais e uma série de apresentações gratuitas, com orquestras e coros.

A Femudiv 2015 terá várias apresentações em espaços públicos da cidade. Os interessados podem se dirigir diretamente aos locais no horário dos concertos. A abertura do evento será em 11 de outubro, às 20h, na Praça Benedito Valadares (Praça do Santuário). A primeira apresentação será da Orquestra Cordas e Sons, com um concerto didático, sob a regência do maestro Walter Caetano.

Em 13 de outubro será a vez da apresentação da Orquestra Dom Sebastião Roque Rabelo Mendes. Com a regência de Maestro Adailton Corrêa, na igreja Imaculada Conceição, no bairro Esplanada, às 20h.

O concerto com a Orquestra e Coral Santa Cecília, sob a regência do maestro Lucas de Souza, está agendado para 14 de outubro., às 20h, também na igreja Imaculada Conceição.

Já a Orquestra Femudiv, composta por professores e alunos do festival, irá se apresentar em 15 de outubro, às 20h, no Santuário de Santo Antônio, na Avenida 21 de abril, 655, centro, sob a regência do maestro José Ademar.

No encerramento, em 16 de outubro, às 20h, será realizado o concerto com a Orquestra Brazillian Jazz, Orquestras Crescendo com a Música e o Coral Voz e Vida. Com os maestros Messias Trindade e Nivaldo Santiago, às 20h, na Praça Dom Cristiano (Praça da Catedral).
A novidade para esta edição será a transmissão da programação oficial em tempo real pelo site do evento. O público, ex-alunos e professores poderão prestigiar as apresentações, mesmo se estiverem em outra cidade ou fora do país.

Segundo o empreendedor e diretor do Festival, Walter Caetano. o Femudiv não se caracteriza como um festival competitivo, mas como um evento que mobiliza os músicos e a população em torno da divulgação da música erudita. “Obras de grandes compositores se transformam em temas de longa metragens de sucesso, as músicas também são trilhas de desenhos animados, oferecem um brilho surpreendente para as apresentações de balé e também estão presentes nas grandes reportagens e coberturas das emocionadas matérias relacionadas ao esporte. A música clássica permeia o nosso cotidiano sem que percebamos”, disse Walter Caetano .
 

Créditos: Divulgação

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.