terça-feira, 31 de Julho de 2012 16:16h Gazeta do Oeste

Festival de Música conquista músicos e encanta o público da cidade e região

A terceira edição do Festival Nacional de Música de Divinópolis foi realizada nos dias 22 a 28 de julho. Durante o período foram realizadas onze oficinas para músicos e sete apresentações públicas e gratuitas. A última semana das férias de julho foi embalada por muita música de qualidade, que encantou o público, e este, por sua vez, se desdobrou em inúmeros aplausos.

 

 


A abertura do Festival ficou por conta da Ópera “Le Cantatrice Villani”, que atraiu a atenção do público, que pôde prestigiar a apresentação na Praça do Santuário. Outro destaque foi o “Concerto para GTO” apresentado pela Orquestra Cordas e Sons, que nasceu junto com a primeira edição do evento, e a exibição do documentário produzido pelo Sesc Minas, “O Retrato das Coisas que sonhei”, que resgata a história do escultor Geraldo Teles de Oliveira.

 


Ao longo da semana os concertos se dividiram entre recitais, duos e quartetos de cordas. Na sexta-feira, dia 27, houve a apresentação da “Orquestra e Coro do Festival”, que apresentou os resultados dos trabalhos realizados ao longo da semana pelos professores e alunos. Um grande sucesso foi a apresentação do “Dueto Buffo de Gatos”, uma peça cômica e inusitada, interpretada por duas cantoras líricas, Eliane Fajioli e Daiana Melo.

 

 

 

O encerramento foi um belíssimo Concerto de Banda Sinfônica, dirigido pelo maestro Dario Sotelo, na Praça da Catedral.
O resultado dos sete dias do Festival agradou os alunos e o público, bem como supriu a intenção do diretor e empreendedor do evento, Walter Caetano, que espera continuar realizando projetos na área de música erudita em nossa cidade. De acordo com ele, a expectativa se renova a cada ano. “Estamos nos propondo a desenvolver o Festival e outros eventos com profissionalismo, dedicação e qualidade. O nosso desejo é continuar criando formas inovadoras de proporcionar oportunidades para as pessoas. Percebo o olhar e o sorriso delas e este é o principal motivo para querer continuar desenvolvendo muito mais ações”.

 


Com destaque na mídia local e regional, o Festival Nacional de Música de Divinópolis foi assunto na maioria dos jornais. Com credibilidade, a mídia contribuiu para o crescimento da cultura local e reforçou que, com persistência é possível trazer para Divinópolis grandes nomes da música e fazer da cidade, referência de grandes encontros que geram também conhecimentos de alto nível. “É interessante observar que além do aprendizado oferecido aos músicos, existe um processo de formação de público, que a cada edição se envolve mais com o estilo, avalia Eliane Fajioli, professora da Oficina de Canto Coral nas três edições do evento.

 

 


O terceiro Femudiv foi apresentado pelo Ministério da Cultura, Governo de Minas, Farmax e Etiam. O patrocínio foi da Cimcal, Br Films e Funfer. E apoio cultural da Prefeitura Municipal de Divinópolis, Secretaria Municipal de Cultura, TV Integração, São João de Deus Saúde, Grafar Serviços Gráficos, Buffet Paulinelli, Serenata, Chef´s Sabores de Minas, Jornal Agora, Una Comunicação e Fotografia, Instituto Sagrado Coração de Jesus. O incentivo é da Lei Estadual de Incentivo à Cultura e co-realização de Walter Caetano Produções.

 

 

 

 

 

 

NOTÍCIAS DE ITAÚNA

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.