terça-feira, 11 de Novembro de 2014 09:25h

FNP lança edição comemorativa do Anuário Multi Cidades

O prefeito de Divinópolis (MG) e vice-presidente para Assuntos FNP de Gestão Pública da FNP, Vladimir Azevedo, juntamente com a vice-presidente de Assuntos de Finanças Públicas da FNP e prefeita de Guarujá (SP)

O prefeito de Divinópolis (MG) e vice-presidente para Assuntos FNP de Gestão Pública da FNP, Vladimir Azevedo, juntamente com a vice-presidente de Assuntos de Finanças Públicas da FNP e prefeita de Guarujá (SP), Maria Antonieta, participaram na tarde desta segunda-feira (10), em Campinas (SP), do lançamento da 10ª edição do Anuário Multi Cidades. A apresentação dos dados foi feita pelo presidente da Associação Brasileira das Secretarias de Finanças das Capitais (Abrasf) e secretário de Finanças de Cuiabá (MT), Guilherme Muller.

 

Segundo o prefeito Vladimir, o Multi Cidades é “uma excelente ferramenta para o auxílio na gestão municipal”. Um destaque nesta edição do Multi Cidades aponta que o ano de 2013 foi de aperto fiscal para os municípios brasileiros. A receita total (R$ 429,06 bi) teve queda de -0,3% em relação a 2012. E as despesas totais (422,56 bi) também tiveram queda de 0,3% em relação ao ano de 2012. Além disso, houve queda de 3,5% no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

No entanto, houve alta real de 1,3% no Fundo de Participação Municipal (FPM) e de 4,9% na arrecadação do Imposto de Renda. Para o presidente da Abrasf Guilherme Muller, a publicação não é um “anuário de simples dados, mas com análises de dados fiscais, que dão suporte. Uma ferramenta importante para tomar decisões de políticas fiscais”.

A publicação conta ainda com três artigos que tratam da repactuação da dívida dos municípios com União, terrenos de marinha e sobre a judicialização do IPTU.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.