terça-feira, 14 de Julho de 2015 10:47h Atualizado em 14 de Julho de 2015 às 11:22h.

Gargalhadas garantidas com Escuta aqui seu ladrão

Hoje Os Teatráveis sobem ao palco com a comédia Escuta aqui seu ladrão, sucesso de público e aprovação, o espetáculo se mantém como o mais apresentado no Teatro Gravatá

Encenada pela companhia desde 2008 a peça protagonizada pelo cômico ladrão macarrão, interpretado por Hamilton Costa, já divertiu milhares de pessoas. O espetáculo tem início as 20:00 no Teatro Gravatá, a censura é 10 anos e a duração 90 minutos.
O autor da peça Escuta aqui seu ladrão, Paulo Sacaldassy, fez uma declaração para Os Teatráveis e para o público de Divinópolis falando um pouco sobre o seu texto:
“Em primeiro lugar queria agradecer a oportunidade que o Grupo Os Teatráveis sempre me deram e fico muito feliz com a repercussão positiva que o meu texto tem na cidade de Divinópolis.Contando um pouco sobre o texto, ele surgiu da vontade de falar sobre como as pessoas vivem de aparência, se preocupando sempre com o que os outros vão dizer ou falar. Para que o assunto não se tornasse cato, parti para o lado do humor, subvertendo a lógica das coisas e fazendo com que a vítima deixasse de ser vítima”, explica o autor.
Continuando, o escritor Paulo Sacaldassy, que também é dramaturgo e roteirista conta com orgulho sobre o sucesso de sua obra:
“Com o texto Escuta aqui seu ladrão,ganhei o meu primeiro premio de dramaturgia: “VI Antologia Nacional de Dramaturgia – Prêmio Vladimir Maiakowisk”, realizado pela Secretaria de Cultura da Cidade de São José dos Campos em São Paulo. Felizmente o texto ganhou o mundo e já foi apresentado na África, em Moçambique, Angola e República de Cabo Verde.Em Portugal, na Ilha da Madeira e por diversos grupos em todo território nacional. Posso afirmar com certeza, que este é o meu texto mais premiado e encenado.E agora, fico feliz de saber que mais uma vez minha peça ganhará os palcos da cidade de Divinópolis”, ressalta Paulo Sacaldassy.
Em Minas Gerais, a peça Escuta aqui seu ladrão, já foi apresentada pela companhia Os Teatráveis em Itaúna, Nova Serrana, Passos, Pitangui, Uberlândia, São Gonçalo do Pará, Sete Lagoas e Uberaba, tendo sucesso de aprovação.

 

Peça
A peça conta a hilariante história de um casal suburbano, totalmente endividado, tentando manter as aparências, que é surpreendido pela inusitada visita de um ladrão muito atrapalhado. Como explicar ao assaltante que não há nada para ser roubado? O casal Luiz Alberto e Maria Lucia gostam de frequentar uma boa sociedade, por isso, fazem o impossível para pagar um alto aluguel para morar bem. Eles têm uma vida aparentemente boa, mas a verdade é que só andam na prestação e sem grana. O Ladrão é o Macarrão, um sujeito simples que se atrapalha todo ao tentar roubar estes dois malucos. De fala engraçada e personalidade única, Macarrão é uma personagem que ganha a plateia com seustrejeitos, bordões e interpretação, criados pelo ator e diretor Hamilton Costa. No elenco também estão os atores Aryanne Souza e Christopher Costa, interpretando o casal.
Programação
Na próxima terça feira dia 21/07 não haverá apresentação de Os Teatráveisno Teatro Gravatá. Os Teatráveis retornam na terça feira dia 28/07 com o espetáculo “Só pra rir”, a primeira estreia do ano. Neste ano o projeto Toda Terça Gravatá, faz sua sexta edição, serão 5 meses de espetáculos, do dia 07/07 a 24/11. São8 espetáculos diferentes, sendo 3 estreias, preparadas para o públicofazer do teatro uma opção de lazer para sua terça feira.

 

Ingressos
Ingressos à venda na sorveteria Slep (praça do Santuário), no CEGEC – Centro Gerador de Cultura Os Teatráveis (Rua Bananal, 480 – Bairro Santo Antônio) e no Teatro Municipal na terça-feira. Compre antecipado e você só paga meia entrada R$ 15,00. Na hora da apresentação o ingresso é R$ 30,00 inteira, meia entrada apenas com carteirinha de estudante, ou para idosos acima de 65 anos. Mais informações liguem 37 3212 7625 e 37 3216 1951.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.