quinta-feira, 6 de Outubro de 2016 14:46h Atualizado em 6 de Outubro de 2016 às 14:49h. Pollyanna Martins

Governo do Estado divulga tabela de pagamentos dos salários dos servidores de novembro e dezembro

Quem recebe até R$ 3 mil receberá o salário do mês de novembro no dia 14 e de dezembro no dia 12

POLLYANNA MARTINS
pollyanna.martins@gazetaoeste.com.br

 

O Governo do Estado anunciou nessa segunda-feira (3) a tabela de pagamento dos salários dos servidores para novembro e dezembro. Os servidores que ganham até R$ 3 mil, o que representa 75% do funcionalismo público, receberão o salário integral no 9º dia útil em novembro, ou seja, dia 14, e no 8º dia útil em dezembro, dia 12. Quem tem salário de até R$ 6 mil vai receber R$ 3 mil no dia 14 de novembro e o restante nos dias 18 e 23. Em dezembro, os pagamentos serão feitos nos dias 12, 19 e 21. Os servidores que têm o salário maior que R$ 6 mil, que correspondem a 8% do funcionalismo, vão receber R$ 3 mil no dia 14 de novembro e o restante nos dias 18 e 23.

O Governo do Estado ado­tou a tabela de pagamento dos salários dos servidores no início deste ano, quando os sa­lários acima de R$ 3 mil foram parcelados em fevereiro, mar­ço e abril. O escalonamento foi mais uma vez adotado para os pagamentos dos salários em agosto, setembro e outubro. O pagamento que antes era feito de forma integral, no 5° dia útil do mês, em outubro, será dia 10 para quem recebe até R$ 3 mil; dia 15 para quem recebe até R$ 6 mil; e dia 18 para os servidores com salário superior a R$ 6 mil. O anúncio foi feito no dia 1° de julho e a justificativa do secretário de Estado de Fazenda, José Afonso Bicalho, foi que era preciso atrasar em dois dias úteis a data de pagamento do próximo trimestre em com­paração ao calendário do pri­meiro semestre, em razão do agravamento da arrecadação estadual. “Estamos come­çando o mês praticamente sem recursos e, conforme as receitas vão entrando no caixa, o Governo vai pagan­do os servidores”, explicou o

secretário.

O anúncio do pagamento dos salários, em novembro e dezembro, foi feito durante reunião da Mesa de Nego­ciação Sindical Permanente, da qual participaram os se­cretários de Planejamento e Gestão, Helvécio Magalhães, o secretário de Fazenda, José Afonso Bicalho, e 32 represen­tantes de entidades sindicais dos servidores públicos. O secretário de Planejamento e Gestão, Helvécio Magalhães, disse que o governo está ten­tando “superar essa fase mais difícil das finanças do Estado”, e que só está sendo possível pagar os servidores no mesmo mês graças à renegociação da dívida dos estados com a União. “Estamos tentando, de todas as maneiras, supe­rar essa fase mais difícil das finanças do Estado, afetando o mínimo possível a vida dos servidores. Essa escala é a forma que encontramos para penalizar menos quem ganha menos”, afirmou.

13° SALÁRIO

Sobre não estar previs­to nenhum reajuste para os servidores na data-base da categoria, 1º de outubro, o secretário de planejamento disse que espera compreensão das entidades sindicais para o grave momento financeiro pelo qual passa o Estado. “O Governo mostrou, com toda a transparência, que não há recursos nem para pagar no quinto dia útil nem para conceder o reajuste rei­vindicado pelos sindicatos”,

afirmou. As datas do paga­mento do primeiro trimestre de 2017 e um posicionamento sobre o pagamento do 13º salário serão temas da reu­nião marcada para o final do mês de novembro. Segundo o secretário de Planejamento e Gestão, Helvécio Magalhães, o Governo fará todo o possí­vel para honrar esse direito do trabalhador no mês de dezembro.

SINDICATO

O Sindicato dos Traba­lhadores no Serviço Público do Estado de Minas Gerais (Sindpúblicos) convocou uma plenária para o dia 18 de de­zembro, com a participação de todas as categorias do poder executivo para decidir uma manifestação e paralisação dos trabalhadores do serviço público de Minas Gerais. No encontro, serão discutidos os reajustes de 2014, 2015 e 2016 (Data-Base); reajuste zero; atraso no pagamento, que passa, a partir de no­vembro, para o 10º dia útil a primeira chamada e a in­definição do pagamento do 13º salário.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.