sexta-feira, 28 de Outubro de 2011 20:55h Atualizado em 31 de Outubro de 2011 às 10:12h. Sarah Rodrigues

Homem se afoga no rio Itapecerica

Após dois dias de buscas o Corpo de Bombeiros resgatou o corpo de Luciano Ferreira dos Santos. Segundo testemunhas ele se ofereceu para ajudar na busca por um carro que havia caído no rio Itapecerica no último sábado

Um acidente de carro terminou em tragédia. O motivo, é que um veículo Palio 2004/2005 caiu no rio Itapecerica, próximo ao Farião na madrugada do sábado (22). Após ser resgatada por testemunhas a condutora afirmou que havia deixado mais de mil reais no veículo.
Na tarde da quinta-feira (27) uma equipe da seguradora do veículo esteve no local do acidente para fotografar e fazer as perícias necessárias. De acordo com o tenente Carlos Henrique Viana do 10° Batalhão, os funcionários da seguradora contaram que no instante das buscas Luciano Ferreira dos Santos de 31 anos se ofereceu para ajudar na procura ao veículo e pulou no rio, de onde não submergiu.
Imediatamente os funcionários da seguradora acionaram o Corpo de Bombeiros, que se deslocou para o local para começar as buscar. A procura se iniciou por volta das 16h e como não o encontraram até o entardecer os bombeiros suspenderam as buscas. Nove bombeiros se revezaram durante o período de buscas na manhã de ontem (29) as buscas continuaram e as 11h40 o corpo foi encontrado.

 

 

AFOGAMENTO

Devido as condições do rio Itapecerica os bombeiros fizeram as buscas com o auxílio de barco, bastões e cordas para fazer a varredura no local indicado. No ponto onde possivelmente houve o mergulho, foi encontrada uma grande pedra, a aproximadamente meio metro de profundidade, com a qual provavelmente o homem teria chocado. Segundo o tenente Viana o corpo estava aproximadamente a 4 metros de profundidade a uma distância de pelo menos 5 metros da margem e foi encontrado depois dos aguapés. Ele estava próximo a área em que possivelmente havia saltado.
Sobre o carro, o Tenente informou que a seguradora havia pedido que os bombeiros fizessem o resgate. Contudo o bombeiro esclareceu que a unidade não faz este tipo de trabalho, devido ao alto risco de contaminação os militares não fazem atividades de submersão. Quando o carro caiu não houve vítimas, já que a condutora foi retirada por testemunhas.

 

 

MOTIVOS
Sobre o motivo que levou Luciano a pular no rio, muitas foram as explicações apresentadas pelas testemunhas. Enquanto os bombeiros faziam a varredura, muitos falavam sobre o carro, se ele existia ou não, quais os motivos do mergulho do homem e muitos burburinhos tomaram conta do local.
Em entrevista à Gazeta o irmão da vitima A.F.S. explicou que o irão era usuário de drogas e que possivelmente havia recebido dinheiro para procurar indícios do carro.
Já moradores do local, suspeitam que Luciano pulou no rio para pegar o dinheiro deixado pela condutora.Como ficava muito próximo ao Farião, testemunhas relataram que ele presenciou o acidente e que inclusive foi uma das pessoas que ajudaram a motorista sair do veículo.
Ainda segundo o irmão da vítima, Luciano sabia nadar e não entende os motivos do afogamento. Luciano possuía quatro filhas e a família que acompanhou a retirada do corpo do rio ficou muito abalada.
 

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.