quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2016 08:40h Pollyanna Martins

Hospital Público não tem previsão de entrega

As obras que começaram em 2010 ainda não têm data para acabar. O deputado estadual Fábio Avelar afirmou que, na manhã de ontem (3), o Governo Estadual havia liberado um recurso de R$ 2 milhões para a construção

A entrega do Hospital Público de Divinópolis ainda não tem data definida para ser realizada. A obra, que começou em 2010, e estava prevista para ser entregue em julho de 2015, está com sete meses de atraso. Orçado em R$ 80 milhões, ainda faltam R$ 25 milhões para que o hospital seja entregue à população. Na manhã de ontem (3), o deputado estadual Fábio Avelar (T do B) anunciou durante a entrega de dois veículos à Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) que R$ 2 milhões estavam liberados para a continuação das obras do hospital. Com a chegada deste recurso, o saldo para a conclusão cai para R$ 23 milhões.

 


Em visita ao hospital, em setembro do ano passado, o Secretário Estadual de Saúde, Fausto Pereira dos Santos, afirmou que liberaria R$ 10 milhões para que a obra fosse concluída e a instituição entregue ainda este ano. “A nossa expectativa é que, com liberação dos recursos, as obras possam seguir um ritmo de acordo, mas que em 2016 as obras sejam concluídas”, garantiu. Mas, de acordo com o Secretário Municipal de saúde, David Maia, o hospital só será concluído quando todo o recurso da obra for liberado.

 


Ainda segundo o secretário, o hospital está com 85% das obras concluídas e os seus atendimentos serão voltados para o Sistema Único de Saúde (SUS). A expectativa da entrega é grande, pois quando em funcionamento, o hospital desafogará a Unidade de Pronto Atendimento Padre Roberto (UPA 24H), que hoje encontra-se superlotada. “Quando o hospital público estiver pronto e em funcionamento, todos os casos de urgência e emergência serão encaminhados para ele. A UPA será um ambulatório de casos mais simples, então certamente poderá ter um fluxo maior e o ato de aguardar a internação não existirá mais”, afirma.

 

 


PRAZO
O secretário ressalta que ainda há um longo caminho pela frente, até que o hospital seja concluído. Já está depositado no Governo do Estado um recurso de R$ 16 milhões, liberado pelo Deputado Federal Domingos Sávio (PSDB), que serão destinados para a compra de equipamentos. “A gente tem muito trabalho pela frente, mas é importante perceber que as coisas estão caminhando”, ressalta. Quanto ao prazo para a entrega da obra, o secretário enfatiza. “Os recursos não vieram nesse volume. O ano de 2015 foi um ano de muita dificuldade da obra, porque ela recebeu no ano inteiro somente [um recurso] R$ 2 milhões, quando em 2014, ela [a obra] recebeu R$ 16 milhões. Dificilmente, a não ser que o Estado deposite todo o dinheiro de uma vez, que eu não acredito, o prazo colocado pelo secretário de estado se concretize. O hospital fica a partir do momento que todo o recurso chegar, enquanto ele não chegar, é difícil marcar uma data”.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.