quarta-feira, 9 de Julho de 2014 07:17h Atualizado em 9 de Julho de 2014 às 07:24h. Pollyanna Martins

HSJD adia mais uma vez a inauguração do ambulatório pediátrico

O retorno do ambulatório estava previsto para o final de maio

A Gazeta do Oeste vem acompanhando o drama das mães que precisam de atendimento pediátrico para seus filhos, e são usuárias do plano São João de Deus Saúde. A “novela” ambulatória pediátrica do HSJD teve mais um capítulo, nesta segunda, 7/7. Após dois anos sem médico pediatra atendendo no plantão do Hospital São João de Deus, o superintendente da Fundação Geraldo Corrêa, Afrânio Emílio Carvalho Silva, anunciou no dia 15/5 que o plano São João de Deus Saúde estava se preparando para, nos próximos dez dias, montar uma equipe de pediatras dentro do HSJD e um ambulatório de urgências e emergências pediátricas. Para isto, algumas ações estavam sendo feitas para a reestruturação do atendimento pediátrico.
Passado o prazo estipulado pelo superintendente, nossa reportagem procurou o hospital para saber se o ambulatório já estava atendendo os pacientes, mas uma das atendentes do HSJD disse que o hospital não tem “pediatra atendendo no plantão há dois anos”. Apesar dos hospitais Santa Lúcia e Santa Mônica oferecerem o serviço pediátrico, Afrânio afirmou, em maio, que o problema da falta de pediatras é nacional. “A pediatria é uma dificuldade nacional, dentro de Divinópolis o problema não é diferente. Se a gente avaliar, outros hospitais também tiveram a especialidade encerrada”, e mais uma vez adiou a inauguração do ambulatório para 1° de julho.
Mais uma vez o prazo prometido não foi cumprido, e a assessoria de imprensa do hospital alegou que um dos motivos do adiamento é a falta de profissionais para formar a escala médica. Porém, o prazo não foi cumprido. Atualmente o HSJD atende apenas a pediatria interna, com blocos obstétricos, contando com 18 pediatras atuando em plantões do setor e do CTI Infantil. Com a reabertura do serviço somente casos de urgência e emergência, e apenas usuários do plano São João de Deus Saúde serão atendidos. Nossa reportagem procurou a assessoria de imprensa do HSJD, para saber o novo prazo de inauguração, mas a o assessor, Rubens Souza, não soube estabelecer qual a nova data de inauguração.

 

 

 

 

MÃES PREOCUPADAS
O problema envolvendo o atendimento pediátrico em Divinópolis se agrava a cada dia. Os usuários do plano São João de Deus Saúde, se encontram em mais uma situação delicada. Recentemente, o Hospital Santa Lúcia descredenciou o São João de Deus Saúde, alegando falta de pagamento. Com isto, os pais seguem na luta para conseguir atendimento de urgência e emergência para as crianças. O Hospital Santa Mônica, que tem atendimento pediátrico, não atende pelo plano. Já o Hospital São Judas atende o plano, mas não tem pediatra plantonista e o próprio HSJD não oferece o serviço de pediatria há dois anos.
A dona de casa, Rosemeire Aparecida Couto, disse que o medo de ficar sem atendimento, mesmo tendo o plano de saúde e pagando em dia, tomou conta da família. “Aqui na minha casa é o São João de Deus para os meus três irmãos, os meus seis sobrinhos, meu marido, minha filha e eu. São quatro crianças que precisam de atendimento pediátrico. A gente fica preocupada e com medo caso aconteça alguma situação de emergência de madrugada. Para onde nós vamos levá-los?”, indaga.

 

 

Crédito: Pollyanna Martins

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.