quinta-feira, 20 de Agosto de 2015 10:26h Atualizado em 20 de Agosto de 2015 às 10:27h. Lorena Silva

Inscrições abertas para encontro que vai discutir saúde, direitos humanos e cidadania LGBT

Evento organizado pelo Movimento Gay de Divinópolis vai ocorrer entre os dias 25 e 27 de setembro

O Movimento Gay de Divinópolis (MGD) abriu as inscrições para os interessados em participar do Encontro de Entidades Militantes na Promoção da Saúde, Cidadania LGBT e Direitos Humanos, que será realizado entre os dias 25 e 27 de setembro, no município. As inscrições poderão ser realizadas até o próximo dia 31 pela internet, por meio do link http://goo.gl/forms/Dfgmi6kG2e.

O evento é uma parceria do MGD com o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) de Divinópolis e conta com o apoio da Prefeitura, da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), Casa Assistencial Irmã Scheilla (Cais), OAB Divinópolis e União Estudantil de Divinópolis (UED). De acordo com o coordenador do encontro, Adam Pitter, o objetivo principal do evento é debater a questão da saúde e da cidadania LGBT.

“Vamos tentar fazer um diagnóstico de como está a questão da saúde pública no Estado de Minas Gerais, quais as necessidades de cada município ou grupo e tentar propor algumas soluções, tanto para a área da saúde quanto da cidadania LGBT e direitos humanos. Porque a gente não tem como falar em saúde sem pensar em direitos humanos e, principalmente, em cidadania. Um assunto vai estar interligado a outro”, explica o coordenador.

 

PROGRAMAÇÃO

De acordo com Adam, a programação do evento ainda não foi totalmente definida. No entanto, a abertura do encontro será realizada no dia 25, no Teatro Usina Gravatá, e as mesas de discussão vão ocorrer na sede da Casa Assistencial Irmã Scheilla (Cais), com expositores convidados que apresentarão os temas a serem debatidos.

Para o presidente do MGD, José Marcelo Davi, os debates durante o encontro serão uma boa oportunidade para tentar solucionar problemas que estão ocorrendo na área da saúde e também dos direitos humanos. “Na área de direitos humanos, a questão da homofobia, do preconceito e a nossa participação na sociedade. Nós precisamos ocupar mais os nossos espaços. Na área da saúde, reforçar a prevenção, não só no meio hetero, mas no meio gay, dos níveis de HIV, que continuam altos. A gente precisa de estratégia e projetos rápidos que possam amenizar o problema da saúde.”

 

ALIMENTAÇÃO E HOSPEDAGEM

As entidades, movimentos sociais, fóruns, conselhos e ativistas em saúde, LGBT e direitos humanos que não sejam de Divinópolis poderão requerer bolsa de alimentação e hospedagem por conta da organização do encontro, mediante o preenchimento do campo específico na ficha de inscrição. Serão concedidas 50 bolsas, divididas em: 10 bolsas para entidades e movimentos sociais devidamente constituídos; cinco bolsas para fóruns; cinco bolsas para conselhos; 10 bolsas para atividades em saúde, LGBT e direitos humanos; 10 bolsas para órgãos de classes e 10 convidados.

A confirmação da inscrição, a resposta da contemplação da bolsa  e o cronograma serão divulgados até o dia  4 de setembro e exclusivamente via e-mail informado no ato inscrição, não cabendo à organização ser responsabilizada por qualquer falha eletrônica, de digitação ou afins. O critério para concessão da bolsa se dará  através dos respectivos dados informados e sua ordem de chegada obedecendo à quantidade estipulada para cada divisão. Mais informações pelo telefone (37) 8841-9622.

 

Crédito: Arquivo GO

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.