sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2012 09:49h Atualizado em 24 de Fevereiro de 2012 às 10:49h. Flaviane Oliveira

Lâmpadas dos postes em rodovias passam por vistorias

Nos casos da falta de luz a Cemig deve ser acionada imediatamente

Alguns motoristas que tem passado pelo anel rodoviário nas proximidades do clube dos Metalúrgicos no último fim semana relataram que vários postes se encontram com as luzes apagadas. A reportagem entrou em contato com a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) para confirmar a alegação dos motoristas.
De acordo com a assessoria de comunicação da Cemig, “com relação à reclamação sobre lâmpadas apagadas no Anel Rodoviário de Divinópolis, a Companhia esclarece que periodicamente realiza inspeção e manutenção em suas redes de distribuição com a finalidade de prevenir ou corrigir possíveis defeitos no sistema de iluminação pública”. A empresa informou ainda que na manhã de hoje realizará inspeção no sistema elétrico do local e efetuará a correção dos pontos que apresentarem irregularidade.

ILUMINAÇÃO PÚBLICA
A empresa ressaltou ainda que defeitos na iluminação pública devem ser comunicados à central de atendimento tão logo sejam detectados pelos consumidores. Alguns canais fazem o atendimento 24 horas por dia pelo telefone 116, e a ligação é gratuita.
Outro meio de atendimento divulgado recentemente. O Cemig Torpedo para a falta de luz residencial foi lançado em todo o Estado, e os clientes já podem solicitar serviços à Empresa por mensagens de texto (SMS) via celular. A iniciativa de criação do Cemig torpedo partiu da superintendência de relacionamento comercial com clientes de distribuição da empresa. Serviços como comunicar falta de energia, enviar uma leitura ou consultar últimos débitos, podem ser solicitados. Basta mandar um torpedo para o número 29810. A Cemig ressalta que o serviço é gratuito e irá tornar muito mais rápido o atendimento ao consumidor. Desde em outubro do ano passado o serviço já vinha sendo oferecido em Sete Lagoas, como atendimento experimental. Após o recebimento da mensagem o sistema da Cemig avalia a solicitação e busca a resposta no banco de dados da Empresa, e em seguida é enviada uma mensagem de volta ao solicitante.
O retorno à solicitação é rápido e além disso, o consumidor tem o registro do histórico da solicitação, pois todos os dados, como número do protocolo de atendimento, data e hora da demanda, e resposta enviada pela Cemig ficam armazenados no celular. A Cemig ressalta que temporariamente, a operadora de celular Claro ainda não disponibiliza o serviço, no entanto a negociação está em andamento. 
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.