sexta-feira, 31 de Julho de 2015 10:26h Atualizado em 31 de Julho de 2015 às 10:28h. Mariana Gonçalves

Lançando carreira nova, o mineiro Jotta tem feito grande sucesso no Paraná

Lançado do meio artístico musical ainda criança, o Jota Lennon, como ficou conhecido, atraiu olhares e arrancou palmas de grandes plateias nas arenas de rodeio de diversas cidades de Minas Gerais – inclusive a Divinaexpo chegou a receber o locutor em várias edições da festa. Os anos se passaram e aquela criança que dava show com seus versinhos sertanejos continuou dando seu show, porém em um formato mais voltado para as músicas sertanejas como um todo, e não somente os versos caipiras. Hoje, aos 21 anos de idade, o artista deu uma repaginada na carreira e está encantando o público não só de Minas, mas também do Paraná – onde atualmente reside.

Agora, o nome Jota Lennon passa a ficar na história do músico, e nesse novo momento o artista se apresenta como Jotta. “Aqui no Paraná as pessoas já me conheciam como cantor, porque a minha música 'Garota Tantão' tocou muito nessa região, isso me deixa muito feliz. Por trás de todo esse projeto, esse sucesso, primeiramente vem Deus e depois vem o meu atual empresário, que inclusive foi o mentor do Luan Santana e foi o primeiro empresário de Fernando & Sorocaba, que é o Paulo Pissoloto”, conta Jotta.

Novo empresário, novo nome, claro que não poderia faltar também uma nova música. Intitulada como “Patrão”, a canção traz uma letra bastante irreverente e é de autoria do próprio artista. Para o videoclipe da “Patrão” foram feitas algumas cenas fora do Brasil. Jotta conta como foi essa experiência. “ Eu diria que 80% das cenas foram feitas no exterior, inclusive isso já é um diferencial e uma coisa nova desse meu projeto aqui no Paraná. Foi ótimo fazer esse trabalho, e a história da música fala que o homem foi demitido do emprego porque foi em uma festa e ai lá esse complicou, mas com o dinheiro do acerto ele acabou por ir farrear no exterior.”

O videoclipe “Patrão’ está disponibilizado na internet por meio do Youtube. O cantor possui ainda a página oficial www.jottaoficial.com.br.

 

 

O MUNDO DOS RODEIOS

A história do cantor Jotta condiz muito com a de grandes cantores da música sertaneja no Brasil. Desde os 4 anos de idade, ele já dava indícios de que se tornaria um grande artista por meio de versos, poemas, brincadeiras e cantos. Mas foi com a ajuda de seu pai, Jamil Antônio Cortes, que Jotta começou sua carreira no mundo do rodeio e dos palcos. Foi em uma arena pequena em seu sítio, localizado na cidade de Ibirité, região metropolitana de Belo Horizonte, que ele iniciou o sonho de ser um locutor e cantor reconhecido nacionalmente. E, com luta e talento, ele conquistou junto à sua família do rodeio grandes oportunidades.

“No início, eu pensava apenas em cantar e narrar os versinhos como uma forma de diversão, claro, com responsabilidade que desde criança meu pai me ensinou, mas de forma que fosse apenas pelo fato de gostar muito disso. Cresci e descobri que realmente era isso que quero para mim, cantar e narrar é o que eu sei fazer, é o que eu gosto de fazer, quero isso para minha vida. Mantenho ainda a minha essência do rodeio e isso até no meu estilo, uso bota, chapéu e fivela. No meu show tem uma parte dedicada ao rodeio, em que falo versos. Acredito que isso seja também um grande diferencial meu, porque falo muito do rodeio”, afirma o artista.

Jotta já participou de programas de TV como Ana Maria Braga, Raul Gil, Ratinho, Faustão e Gugu Liberato. Hits como "Vai Jotinha", "Eguinha Mijoleta" e " Garota Tantão" foram tocados em várias rádios pelo país. Seu primeiro CD, intitulado “Colisão”, foi produzido pelo maestro Ivam Mizzato e o produtor Eduardo Pepato. Esse álbum traz 16 canções compostas pelo artista.

“O sertanejo é sem preconceito, ele aceita todos os estilos. Também sou um artista que gosta de ouvir vária coisas e com isso eu vou tirando referências para o meu estilo. Essa questão de misturar sertanejo com funk, axé e outros estilos musicais é muito bom e dá muito certo”, encerra Jotta.

 

Crédito: Mauricio Antônio

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.