segunda-feira, 31 de Agosto de 2015 09:53h Atualizado em 31 de Agosto de 2015 às 09:56h. Mariana Gonçalves

Lions Clube Divinópolis Candidés realiza ação social no bairro Dona Rosa

A partir das 9h, alguns associados do Lions Clube Divinópolis Candidés estarão no Núcleo Divina Luz, localizado no Dona Rosa, para a realização do Dia “V” e da ação intitulada “Semana da Dignidade da Criança”

Os estudantes dos cursos de biomedicina e fisioterapia da Unifenas foram convidados pelo Lions a também participar desse momento, levando para as crianças e adolescentes serviços de saúde e ainda um trabalho pedagógico muito bonito, chamado “Palhapeutas”, os universitários se vestem de palhaço e levam para as crianças várias atividades.
Conforme a coordenadora de atividades assistências, Ângela Maria Barbosa Rocha, haverá ainda os serviços de cabeleireiro e manicure, cama elástica para as crianças e um delicioso lanche. Esta ação engloba o tradicional Dia do Voluntariado, executado pelo Lions, e também a meta proposta pelo Lions Internacional, que é trabalhar mais ações com crianças e jovens. “Nós resolvemos trabalhar em um núcleo que tem aqui na cidade e que atende crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social, ao todo, são 96 crianças”, acrescenta Ângela.

 

LIONS DIVINÓPOLIS CANDIDÉS

Entre os projetos idealizados pelo Lions, estão as ações do Clube de Mães, que funcionam todas as segundas-feiras. É um trabalho que atende as mães da comunidade, onde principalmente o Lions está inserido. A ação é feita pelas domadoras, em parceria com outras voluntárias, que são as professoras.
Além disso, os associados do Lions estão realizando uma série de ações beneficentes para ajudar os idosos da Vila Vicentina em Divinópolis.

 

LIONS INTERNACIONAL

A Associação Internacional de Lions Clubes nasceu como o sonho de um empresário de Chicago chamado Melvin Jones. Ele acreditava que os clubes comerciais locais deveriam expandir seus horizontes de preocupações puramente profissionais para o bem-estar das comunidades e do mundo como um todo. O grupo de Jones, o Business Circle of Chicago, concordaram. Após contato com grupos semelhantes nos Estados Unidos, uma reunião organizacional foi realizada em 7 de junho de 1917 em Chicago, Illinois, EUA. O novo grupo adotou o nome de um dos grupos convidados, a "Associação de Lions Clubes", e uma convenção nacional foi realizada em Dallas, Texas, EUA, em outubro do mesmo ano. Um estatuto, regulamentos, objetivos e um código de ética foram aprovados. Apenas três anos depois de sua formação, a associação tornou-se internacional, quando o primeiro clube foi estabelecido no Canadá em 1920. A expansão internacional continuou à medida que novos clubes foram fundados, particularmente na Europa, Ásia e África, durante as décadas de 1950 e 1960.
Em 1925, Helen Keller discursou na Convenção Internacional do Lions em Cedar Point, Ohio, EUA. Ela desafiou os Leões a se tornarem "paladinos dos cegos na cruzada contra a escuridão". Desde então, os Lions Clubes têm se envolvido ativamente no atendimento aos cegos e aos deficientes visuais. Ao ampliar sua atuação internacional, o Lions Clubs International ajudou as Nações Unidas a constituir as seções de organizações não governamentais em 1945 e continua a manter sua posição de caráter consultivo junto à ONU.

 

 

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.