quarta-feira, 13 de Maio de 2015 10:22h

Livro de receitas para pacientes em hemodiálise será lançado no Hospital São João de Deus

A Unidade de Nefrologia do Hospital São João de Deus em parceria com seus pacientes e a Liga Acadêmica de Medicina, realizarão na próxima quinta e sexta feira, dias 14 e 15 de maio, o lançamento do livro “Cozir”

Trata-se de um projeto iniciado há mais de dois anos com a organização da Nutricionista da Unidade de Nefrologia, Fernanda Chula e que tem por objetivo adaptar receitas simples e práticas fornecidas pelos pacientes com insuficiência renal de forma com que eles possam fazer uma variação do cardápio sem prejudicar o tratamento.
A edição número 1 do livro contem 9 receitas de temperos, 10 pratos principais, 10  guarnições, 11 sobremesas e 9 quitandas, todas selecionadas e adaptadas para pacientes com problemas renais. De acordo com Fernanda Chula, nutricionista responsável pela organização do livro, foram mais de 104 receitas encaminhadas pelos pacientes e que foram selecionadas para que pudessem fazer parte da coletânea. “Eu fiz a seleção porque, claro, tinham receitas que são impossíveis de adaptar pelo fato de conter vários ingredientes que os pacientes não podem consumir em excesso. Tentamos selecionar as receitas mais simples e mais práticas, porque se fossem publicadas receitas muito elaboradas, acaba que eles desistem de fazer”, explica.
Para o paciente que faz hemodiálise, diálise peritoneal ou transplantado, uma alimentação balanceada melhorará significativamente sua qualidade de vida, por isso uma dieta especial é parte integrante deste tratamento. As principais preocupações para o paciente dizem respeito à quantidade de energia, proteína, potássio, fósforo, sódio e água que devem ingerir. Para isso algumas técnicas são bem vindas no preparo de alimentos. “O caso do potássio tem algumas frutas que são mais ricas, e os pacientes tem que dar preferência para àquelas que contem uma quantidade menor deste nutriente. Os legumes devem passar por um processamento que é cozinhar em água durante pelo menos 10 minutos e desprezar a água de cozimento. Já o feijão orientamos a deixar de molho por 12 horas, trocar a água, ferver 10 minutos e trocar a água novamente. O fósforo nós pedimos para evitar embutidos, enlatados, excesso de leite e derivados. Por isso que a maioria das receitas a gente substitui o leite pela água ou um suco de fruta”, explica Fernanda.
Embora seja mais prejudicial para pessoas com problemas renais, o sódio deve ser evitado ao máximo por qualquer pessoa. “Temperos prontos, enlatados, embutidos, alimentos industrializados não devem ser consumidos. É aconselhável dar preferência para os temperos naturais, alho, cebola, salsinha, cebolinha, azeite, limão. Esse é um dos pontos principais que recomendamos” ressalta.
O lançamento do livro será realizado na Unidade de Nefrologia do Hospital São João de Deus na próxima quinta e sexta feira, dias 14 e 15 de maio, a partir das 10 horas da manhã. Todos os pacientes receberão de forma gratuita um exemplar do livro e algumas receitas estarão disponíveis para degustação.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.