quinta-feira, 10 de Março de 2016 09:47h Atualizado em 10 de Março de 2016 às 09:50h. Pollyanna Martins

Lojas de Divinópolis lançam coleção Outono/Inverno 2016

As peças deste ano trazem os tons terra e marsala como forma de protesto ao momento que os refugiados da Síria e da Líbia vivem atualmente

As vitrines das lojas de um shopping de roupa em Divinópolis já estão tomadas pela coleção outono/inverno 2016. E, para mostrar a moda que vai tomar conta da estação mais elegante do ano, 40 marcas mostraram a sua coleção em um desfile realizado na tarde de ontem. Segundo o produtor de desfiles, Rodrigo Bessa, as cores terra e marsala vão predominar na moda outono/inverno desse ano, como uma forma de protesto ao momento que os refugiados de países islâmicos, sobretudo da Síria e da Líbia vivem atualmente. A temática deste ano é “Welcome”, que significa ‘Bem-Vindo’. “Esse movimento está acontecendo no exterior, onde os imigrantes estão invadindo a Europa em busca de casa, e isso, de certa forma, acabou sensibilizando os designers de moda na Europa. A gente pensou em trabalhar esta temática porque já é um norte de caminhos de coleção”, explica.

 

 

 


Rodrigo ressalta que as cores no tom de terra, predominantes no inverno, são em referência aos principais tons dos países muçulmanos. Já a cor marsala, que é a principal da estação, lembra o sangue que é derramado nas guerras. “A moda vem com um movimento de protesto, com um movimento de reflexão, ela é a filosofia em movimento, e que o corpo acaba transferindo essa mensagem através da roupa”, argumenta. Além dos tons terrosos e do marsala, a cor preta e o branco também estarão em alta no outono/inverno 2016. Rodrigo esclarece que as cores também remetem a sentimentos. “O preto simboliza o luto, temos o branco que representa a paz neste contexto que estamos vivendo”.
Foram lançadas coleções de jeans, moda casual, malha retilínea, lingerie, moda infantil, masculina e plus size.

 

 

O tecido que se destacou no desfile e é a grande novidade da estação é o suede. Rodrigo diz que o pano é muito confundido com a camurça, mas é a grande aposta da estação. “O suede está em alta no inverno. Esse tecido vem muito forte, tanto na modelagem de conjuntos, vestidos, calças, então a mulherada pode apostar neste tecido, porque ele vai ser o tecido chave da coleção”, revela. A estação, que já foi marcada por tecidos lisos e escuros, trará muitas estampas. As estampas de azulejos, animal print, florais e geométricas são a tendência do momento. “Isso tudo é possível por causa da estamparia digital. Cada marca pode criar e direcionar o caminho da sua coleção através de estampas, de imagens, que antes não era possível, porque era muito limitado. Os fabricantes tinham que comprar aquilo que o setor têxtil oferecia”, detalha.

 


SINGULARIDADES
Toda coleção traz algumas singularidades, como babados, franjas, listras, entre outras. E, este ano, as franjas, pedras, renda e transparências vão dominar o outono/inverno. “O nosso inverno não é muito frio, então, o empresariado pensa também nesse público que vem procurar esse inverno mais leve, com tecidos mais leves, com essa transparência, com a pedraria, que vem muito forte, e toda essa pegada que é a moda inverno tropical”, conclui.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.