terça-feira, 30 de Junho de 2015 11:25h Atualizado em 30 de Junho de 2015 às 11:28h. Mariana Gonçalves

Mais de três mil pessoas participaram das ações contra o diabetes em Divinópolis

A 1ª Semana Municipal de Combate ao Diabetes, com o tema “De olho no Pé Diabético”, realizou 3,3 mil procedimentos na Praça Jovelino Rabelo

Os dados foram divulgados no início desta semana pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região do Vale do Itapecerica (Cisvi), organizador do evento em conjunto com o Rotary Club e o vereador Marquinho Clementino, autor do Projeto de Lei CM 127/2014.

A semana de prevenção também teve o apoio da Prefeitura de Divinópolis, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), da Superintendência Regional de Saúde e da Câmara Municipal. O evento teve início na segunda-feira (22) e terminou na sexta-feira (26). De acordo com os números apresentados, 1,2 mil pessoas aferiram a pressão no espaço montado na Praça da Rua São Paulo. Outras 1,1 mil pessoas fizeram a medição de glicose. Destas, 200 apresentaram glicose alteradas.

“Foi um número de atendimentos que surpreendeu e mostrou boa participação da população. Essas 200 pessoas não significam que estão com diabetes, mas ficam em alerta para procurar um médico para iniciar um possível tratamento para controlar a doença”, analisou o secretário executivo do Cisvi, Marco Aurélio de Oliveira. A população foi atendida por profissionais capacitados, que além de aferiram a pressão e analisarem a glicose, distribuíram panfletos educativos com a finalidade de orientar sobre os cuidados com o pé diabético.

 

CUIDE-SE

A diabetes é uma doença silenciosa, o que significa que, geralmente, se não forem feitos exames médicos, a pessoa pode não ter consciência de que tem esta condição. Os principais fatores de risco para o desenvolvimento da diabetes são: obesidade, ingestão de açúcar e gordura em excesso, sedentarismo, história familiar e herança genética, idade, estresse e alcoolismo.

A prevenção da diabetes, para quem tem um ou vários destes fatores de risco, mas não tem ainda o diagnóstico da doença, passa por adotar um estilo de vida mais saudável e consultar o médico, fazendo exames regulares de diagnóstico. Para quem tem o diagnóstico de diabetes, a prevenção também é um fator importante para o controle da doença e para uma maior qualidade de vida.

A prevenção passa por alguns pontos-chave, fundamentais para ter uma vida mais saudável: entender a diabetes e adotar uma vida saudável – uma alimentação equilibrada, praticar exercício físico regularmente. Além disso, é importante fazer periodicamente o monitoramento dos níveis de glicemia no sangue e tomar a medicação, quando prescrita pelo médico.


Crédito: Divulgação PMD

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.