quinta-feira, 5 de Abril de 2012 18:05h Atualizado em 6 de Abril de 2012 às 07:32h. Flaviane Oliveira

Mais pessoas tem optado por investir nas cadernetas de poupança

Por ser um investimento com baixos riscos esta é uma forma de poupar muito procurada

Em todo país, mais pessoas estão investimento nas cadernetas de poupança. O fato foi confirmado pela pesquisa divulgada pelo Banco Central nesta semana. Somente no mês de março deste ano, a poupança registrou saldo positivo, sendo que houve mais mais depósitos do que retiradas, o que contabiliza um saldo de R$ 2,545 bilhões. Especialistas do Banco Central acreditam que este é o melhor saldo para o mês da série histórica da autoridade monetária, que foi inciada em 1995.
A pesquisa do Banco Central indicou ainda que dos 22 dias úteis de março, houve saldo negativo em 13 deles. No último dia do mês, no entanto, a poupança registrou movimento atípico, com entrada de recursos R$ 2,417 bilhões maior que a saída. Dessa forma, o saldo para os três meses do ano ficou positivo em R$ 2,129 bilhões, o melhor desde 2010 e o saldo total de recursos depositados na poupança é de R$ 428,9 bilhões.
Zelita Gomes guarda as economias da aposentadoria na caderneta de poupança há mais de 15 anos, aposentada há 20 anos, Zelita acredita que essa é uma forma segura de poupar dinheiro e ter um valor guardado para momentos de emergência, “Como sou aposentada, a poupança é que garante que eu consiga ter mais tranquilidade quando aparece alguma situação que exija algum gasto de surpresa” conta.

PRÓS E CONTRAS
Para os especialistas, a caderneta de poupança é um investimento tradicional, conservador e muito popular entre investidores de menor renda e quase todos os bancos comerciais possuem esse tipo de investimento e não é preciso ser correntista para investir, sendo necesário apenas comparecer uma agência bancária portando CPF, documento de identidade e comprovantes de renda e residência e qualquer pessoa pode abrir uma caderneta de poupança, inclusive menores de idade.
Quanto às garantias de investimento, na caderneta de poupança são garantidos até o limite de R$ 60.000 por CPF, pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), quando realizados em uma instituição associada a este fundo, ou em mais de uma instituição associada, do mesmo conglomerado financeiro. Outro benefício é o fato de que as quantias depositadas podem ser sacadas a qualquer tempo. Porém a desvantagem se refere ao fato da poupança ser um investimento conservador epor esse motivo o rendimento costuma ser menor que outras aplicações também conservadoras como, por exemplo, fundos de investimento de baixo risco.
 

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.