sexta-feira, 18 de Maio de 2012 14:43h Flaviane Oliveira

Médicos são contratados pelo SUS em Divinópolis

Uma das maiores reclamações quanto a saúde em Divinópolis está voltada para a falta de médicos na rede pública da saúde. O processo seletivo para a contratação de médicos é para generalistas que vão atender clínica médica, pediatria e uma parte do atendimento de ginecologia. Os profissionais vão atuar nos centros de saúde do centro, São José no CSU, no Niterói e no Afonso Pena em horário diferenciado.

De acordo com a coordenadora de gestão administrativa da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), Dorcília Fátima de Oliveira, a secretaria tem buscado diferenciar o horário de funcionamento das unidades para atender aos usuários que tem procurado o Pronto Socorro Municipal entre as quatro da tarde e as oito da noite, “...principalmente para atender aquelas pessoas que ficam no Pronto Socorro que são classificadas no protocolo de Manchester em verde e azul e tem um tempo de espera maior. Então a gente vai direcionar as pessoas para esses lugares a medida que a gente for conseguindo contratar profissionais para prestar o serviço” ressaltou.

De acordo com a publicação do Diário Oficial dos Municípios, serão contratados três clínicos gerais plantonistas com escala de 12h, para a Unidade de Pronto Atendimento Central (UPA) para terça, quinta e sexta à noite, quatro médicos clínicos gerais plantonistas no regime de 24h na UPA Central para sábado e domingo e outros três pediatras plantonistas em 12 horas para a UPA Central  para as quintas e sextas. Serão contratados ainda dois pediatras, três cirurgiões gerais e um ortopedista. Os interessados deverão enviar a Secretaria Municipal de Saúde, em atenção aos Recursos Humanos até o próximo dia 22, terça-feira.

 

UNIR

Outro processo de contratação que já está em aberto é referente ao funcionamento da UNIR que deixa de existir e passa a ser o Centro de Reabilitação Municipal, serviço que foi assumido pela prefeitura, “... a gente tinha um serviço contratado através do Hospital São João de Deus e eles  deixaram de prestar o serviço e a prefeitura assumiu” conta Dorcília.

A coordenadora fala das contratações previstas, “Nós vamos contratar fisioterapeutas, está previsto nove vagas para fisioterapeuta, um assistente social, um médico ortopedista e um auxiliar de serviços gerais e os enfermeiros serão nomeados porque tem pessoas do concurso para nomear. Nos outros cargos não existem mais pessoas concursadas” explica. O Serviço está previsto para reabrir na primeira quinzena de junho. A partir da próxima semana uma pessoa ficará disponível para fazer o serviço de prestação de informações no local. A partir da administração da prefeitura, a estrutura será a mesma e mantida no mesmo local onde o serviço já era oferecido. Os interessados deverão enviar a Secretaria Municipal de Saúde, no setor de Recursos Humanos,  até o dia 24 de maio, próxima quinta-feira.
 

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.