quarta-feira, 10 de Agosto de 2016 13:30h Acasp

Melhorias na iluminação pública visa reduzir crimes em Divinópolis

A rede elétrica de 10 pontos da região de Divinópolis passará por um processo de ampliação

O anúncio foi feito hoje, 10-08, durante a reunião da Associação Comunitária para Assuntos de Segurança Pública, Acasp, que foi realizada, extraordinariamente, no auditório da Secretaria Municipal de Educação. Os problemas de iluminação são abordados com frequência por moradores e órgãos de segurança pública como um dos principais fatores para a incidência dos crimes. As reivindicações para um projeto de melhoria foi atendida e o processo já está em andamento.

 

 

Nessa primeira etapa serão contempladas praças, ruas, escolas e até uma comunidade rural. A empresa KPL Instalações Elétricas e Serviços LTDA ganhou o processo licitatório e pretende finalizar os trabalhos até o dia 15 de setembro. De acordo com o Secretário de Operações Urbanas, Moisés Soares, o projeto é burocrático e demanda um tempo por necessitar de aprovação da Cemig. “Nós encaminhamos o projeto para ser analisado e depois de aprovado iniciamos o processo licitatório da ampliação da rede. Como o prazo de validação do projeto, estipulado pela Cemig é de seis meses, chegamos a perder por não dar tempo de finalizar a contratação com a empresa. Mas essa etapa foi concluída e novos pontos estão sendo estudados para passar por melhorias”, ressaltou Secretário de Operações, Moisés Soares.

 

 

Recebem as melhorias o Cemei Oficina da Criança no Bairro São Roque, Cemei Miguel Rodrigues Filho no Bairro Lagoa dos Mandarins, a Comunidade Rural de Buritis, Rua Pains, Rua Helenir Silva Cardoso, Rua Oribes Batista Leite, Praça PEC, Região do Pátio Shopping Divinópolis. Nesses pontos serão coladas lâmpadas de vapor de sódio, já a Praça Candidés e Pontilhão do Niterói, assim como a Praça da Bíblia as lâmpadas de sódio serão substituídas pelas de led. Segundo Moisés, em alguns pontos serão instalados padrões independentes, assim ficará mais fácil controlar os gastos. Um estudo já comprovou que com a instalação das lâmpadas de led, o município consegue reduzir em mais de 60% o consumo de energia.

 

 

O benefício se estende quando se trata de proporcionar sensação de segurança aos moradores da cidade. A iniciativa foi aprovada pelos órgãos de segurança “A Polícia Militar sempre recomenda que a população esteja atenta sobre a questão da iluminação pública. Próximo as residências, quando  o local  fica escuro ou sem a iluminação adequada, pode ser um ambiente ocupado, por exemplo, por usuários de drogas. Percebemos que isso acontece com frequência e tira a liberdade das famílias de se envolver em atividades, principalmente nas praças. A ação sozinha, encadeada apenas pela população, tem pouco efeito, mas quando aliada em conjunto com o município, ela garante um ambiente melhor para se viver e mais seguro”, ressaltou Capitão da PM, Marco Paulo de Oliveira

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.