quarta-feira, 4 de Março de 2015 09:54h Atualizado em 4 de Março de 2015 às 10:09h. Lorena Silva

Moradores do Esplanada criticam problemas com recolhimento de lixo e bueiros quebrados do bairro

De todos os problemas estruturais que podem ser notados no bairro Esplanada, dois têm incomodado bastante os moradores nos últimos meses:

Os problemas com a empresa que realiza o recolhimento do lixo reciclável e o aparecimento de diversos bueiros quebrados.
O presidente da Associação de Moradores do Esplanada, Paulo Roberto Eugênio, explica que já há algum tempo os moradores têm reclamado que a equipe que faz o recolhimento do lixo não tem feito o trabalho de maneira completa. “Eles [a equipe] passam e pegam o que eles querem. Não pegam o que as pessoas separam. Não colocamos lixo comum com o reciclável e mesmo assim não querem pegar”, reclama.
Segundo Paulo, os moradores ficam indignados, uma vez que se preocupam em separar corretamente todo o material. “Nossa rua separa tudo direitinho, o lixo é até limpo. Nós lavamos até as caixinhas de leite, lavamos as garrafas, para não precisarem pegar em um lixo sujo. Mesmo assim, uns levam as garrafas e não levam o papelão, por exemplo. Então as pessoas estão desanimando de separar e isso é ruim para todos.”

BUEIROS
Além do problema com o recolhimento do lixo, a Associação de Moradores tem recebido algumas reclamações a respeito de bueiros quebrados no bairro. Em alguns locais, como na Rua Engenheiro Benjamin de Oliveira, tanto próximo ao Senai quanto à Escola Estadual Engenheiro Pedro Magalhães, há um enorme buraco no lugar do bueiro, o que oferece um grande perigo a quem transita pela área.
“Os bueiros estão todos quebrados. Dizem que o Esplanada tem muitos idosos e tem mesmo. É até perigoso eles caírem lá dentro. Eles e qualquer outra pessoa. Próximo ao Senai também funciona a feira no dia de sábado e muitas pessoas estacionam o carro ali. Podem não ver e cair também.  Vai estragar o carro e quem vai pagar por isso?”, questiona o presidente.

PREFEITURA E VIASOLO
Com relação aos bueiros quebrados, a Prefeitura esclareceu que os moradores devem denunciar os pontos que possuem deficiências no setor de Protocolos, para que sejam colocados no cronograma de obras da Secretaria Municipal de Operações Urbanas (Semop). O setor de Protocolos fica na Rua Pernambuco, nº 60, 1º andar, no Centro.
Já com relação ao problema do recolhimento do lixo reciclável, a Viasolo informou que não obteve nenhuma reclamação com relação ao assunto e, por isso, vai averiguar a reclamação junto à equipe. A empresa ainda alegou que, caso algum morador queira informar o ponto específico em que a situação esteja ocorrendo, deve entrar em contato pelo telefone (37) 3221-8380.

 

 

Crédito: Lorena Silva

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.