quarta-feira, 20 de Janeiro de 2016 08:43h Atualizado em 20 de Janeiro de 2016 às 08:51h. Carina Lelles

Motoristas devem redobrar atenção no período chuvoso

Número de acidentes na área urbana cresce 28% em uma semana em Divinópolis

Os motoristas devem redobrar a atenção neste período chuvoso. Má visibilidade e péssimas condições da via, associados à imprudência e má conservação do veículo, resultaram no aumento de 28% no número de acidentes em um prazo de sete dias.


Os dados são do 23º Batalhão da Polícia Militar, que apontam que, no período de 05 a 11 de janeiro deste ano, foram registrados 60 acidentes na área urbana do município. De 12 a 18 de janeiro, semana de chuva intensa na cidade, o número de acidentes subiu para 77.


Muitos destes acidentes podem ser evitados, como afirma o aspirante da Polícia Militar, Flávio Alves. De acordo com o militar, todo cuidado é pouco. “Os motoristas que vão dirigir em dias chuvosos e que a pista está molhada, devem ter prudência e muita atenção. Em uma fração de segundos pode acontecer algo e o motorista tem que estar preparado para aquilo”.

 


O aspirante ainda destaca algumas dicas de segurança, principalmente em situações, como em toda a cidade, da má conservação da via. “As vias estão bem danificadas e isso contribui para que os acidentes ocorram. O poder público não tem condições de manter sempre as vias em plenas condições de utilização com segurança. Isso traz prejuízos para os motoristas e a gente ressalta que a atenção tem que ser redobrada e o veículo em condições de uso e com a manutenção em dia. Pneus não podem estar carecas e a suspensão passar sempre por manutenção. Os motoristas deve sempre manter as duas mãos firmes ao volante e evitar tudo o que possa tirar a atenção, como celular e som automotivo”. Entre os itens que devem ser mantidos em manutenção, o aspirante Flávio destaca os limpadores de para-brisa, que devem estar em plenas condições de uso.

 


Acender os faróis, mesmo durante o dia, e manter distância de segurança do veículo da frente também fazem parte da segurança. “Isso tem causado bastante acidente. O motorista não mantém essa distância de segurança e quando o veículo da frente precisa fazer uma freada brusca, acaba em colisão na traseira, até mesmo porque, em período chuvoso, onde a pista está molhada, o tempo de resposta da frenagem é mais longo. Os motoristas também devem manter a velocidade igual ou inferior à estabelecida para aquela via que ele está trafegando”, destaca o militar.

 


O Aspirante Flávio ainda revela que, na maior parte dos acidentes, o acidente é de pequeno impacto, mas o cinto de segurança deve ser utilizado sempre e inclusive, por todos os ocupantes do veículo. “O cinto de segurança é de uso obrigatório e deve ser utilizado por todos, o motorista, o passageiro do banco da frente e os passageiros do banco de trás. As crianças devem sempre estar nas cadeirinhas ou acentos de elevação. O cinto de segurança é essencial”, finaliza.

 

 

Outras dicas
• Mantenha os pneus calibrados e evite frear quando cair em um buraco, para diminuir o efeito do impacto;
• Para ter melhor visibilidade, use o ar-condicionado e o desembaçador elétrico traseiro ou abra um pouco os vidros para deixar o ar circular pelo carro;
• Se houver pouca visibilidade em função de chuva ou neblina, pare e espere as condições de tempo melhorarem, caso possa fazer isso com segurança;
• Evite freadas ou mudanças de faixa bruscas, pois o acúmulo de água na pista pode provocar a aquaplanagem, quando os pneus perdem o contato com o asfalto.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.