sexta-feira, 9 de Outubro de 2015 10:30h Atualizado em 9 de Outubro de 2015 às 10:35h. Jotha Lee

Município desembolsou mais de R$ 1,9 milhão no ano passado para salários de secretários

A prefeitura de Divinópolis acaba de divulgar o relatório de gestão fiscal referente ao ano passado, no qual constam detalhadamente todas as despesas e receitas no período

O maior gasto do município é com a folha de pagamento dos cinco mil servidores municipais. De acordo com o secretário de Governo, Honor Caldas de Faria, a folha representa o maior impacto na arrecadação municipal. “Na verdade a folha de pagamento é o que mais pesa para a administração. Há um crescimento vegetativo anual acima de 10%, contra alta em torno de 5% da arrecadação”, afirma.
De acordo com o relatório, no ano passado o município gastou R$ 196,8 milhões para bancar o pagamento dos servidores, o que representa 48,76% da arrecadação no período. Já em 2013, ainda de acordo com o relatório, foram necessários R$ 182,4 milhões para a quitação dos salários. Como o município arrecadou menos em 2013, a folha de pagamento nesse período atingiu a 56,96% da receita, ultrapassando o limite de 54%, o máximo permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.
Para pagar os 16 secretários municipais, agora reduzidos a 15, em função do acúmulo de função (Antônio Castelo comanda a Fazenda e a Administração), o município desembolsou no ano passado R$ 1,9 milhão. Somente em dezembro de 2014, a folha do secretariado ficou em R$ 225,9 mil, já que houve pagamento do 13º salário.

 

PREFEITO
Também pesa na folha salarial do município, o pagamento dos aposentados e pensionistas. Em 2014, foram gastos R$ 30,1 milhões para pagamento dos inativos, enquanto a folha dos pensionistas ficou em R$ 2,4 milhões.
Já para pagar o salário do prefeito, que mensalmente recebe R$ 20 mil, o município desembolsou no ano passado R$ 237,5 mil. Para o vice-prefeito, a folha de 2014 ficou em R$ 115,2 mil.
Considerando o piso nacional de R$ 724, pago no ano passado à maioria dos trabalhadores da iniciativa privada, somente para bancar a folha salarial dos secretários municipais em 2014, foram necessários 2.663 salários mínimos.  Já para garantir o pagamento do prefeito no mesmo período, foram necessários 328 salários mínimos.

 

Créditos: Jotha Lee

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.