sexta-feira, 11 de Setembro de 2015 09:42h Atualizado em 11 de Setembro de 2015 às 09:53h. Lorena Silva

Municípios devem regularizar cotas para garantir atendimentos no Hospital do Câncer

Até o momento, somente cinco municípios já regularizaram a situação

Trinta dos 54 municípios que compõem a Macrorregião Oeste de Minas Gerais vão precisar regularizar as cotas para garantir atendimentos oncológicos no Hospital do Câncer, em Divinópolis. A informação foi repassada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), que fez uma projeção e identificou um déficit entre o valor repassado pelos municípios e os atendimentos eletivos realizados.
De acordo com a Secretaria, Divinópolis não tem condições de receber pacientes de outras cidades para este tipo de procedimento médico caso não seja feita repactuação de recursos. Ainda de acordo com a Semusa, não houve suspensão dos serviços e, por isso, os atendimentos que já haviam sido agendados estão sendo cumpridos. Além disso, estão assegurados os atendimentos de urgência e emergência, sendo que os procedimentos eletivos dependerão da regularização.
Até o momento, somente cinco municípios – dentre eles Carmo do Cajuru, Pitangui, Lagoa da Prata e São Gonçalo – já regularizaram a situação. “A expectativa é que na próxima semana mais dez façam o mesmo e até o fim de setembro, esta negociação esteja encerrada com todas as cidades que compõem a Macrorregião Oeste e, assim, estar assegurado o atendimento oncológico”, esclareceu o órgão, em nota.
Os municípios que precisam regularizar a situação devem procurar a Semusa.

 

ATENDIMENTOS
De acordo com dados da Semusa, entre os municípios atendidos por Divinópolis, de fevereiro a julho de 2015, a média de atendimentos oncológicos, hospitalar e ambulatorial, foi de 6.606. No mesmo período, os atendimentos a moradores de Divinópolis, hospitalar e ambulatorial, foi de 2.295. Os atendimentos descritos correspondem, entre outras coisas, a internações hospitalares, cirurgias, quimioterapia e radioterapia.

Créditos: Arquivo GO

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.