terça-feira, 2 de Outubro de 2012 13:54h Luciano Eurides

Natação tem dia especial no Divinópolis Clube

A Natação Regional recebeu no último sábado a equipe do Mackenzie de Belo Horizonte, entre os atletas da capital mineira estavam Leonardo Souza, Rodrigo Vitor e Pedro Henrique Goulart convocados para a seleção mineira de natação. A presença deles abrilhantou a disputa que contou com 203 atletas de Divinópolis, Itaúna, Lavras e Belo Horizonte.

 


Os atletas Rogério Vítor, convocado pelo desempenho nos 100 metros nado costas e 50 metros nado livre; Pedro Henrique Goulart, nos 100 e 200 metros nado peito; e Leonardo Silva Souza, que nadará nas provas de 50 e 200 metros nado costas.

 

Na piscina do Divinópolis Clube Rogério nadou os 200 metros costas e obteve o tempo de 2min24s22. Nos 50m costas ele nadou em 27s06, os 100m costas em 1min02s39 e nos 50m livre em 24s86. O atleta comentou a presença dele na competição. “Já estive aqui no regional do ano passado é sempre um bom nível e a presença do Mackenzie amplia isso. Treinamos o ano inteiro e a convocação é o resultado de um trabalho de seis anos onde treino duas horas por dia de segunda a sábado. Vale muito a pena chegar ao brasileiro e estar entre os melhores”, falou o nadador de 17 anos que pensa em uma carreira. “Eu tenho o profissionalismo na natação como objetivo”, afirmou.

 

Leonardo Souza participou dos 400m medley em 5min02s73, os 200m costas em 2min19s76, os 200m medley em 2min20s33 e os 100m costas em 1min02s98. Ele comenta a importância das competições. “Eu já estive aqui, não tive a oportunidade de conhecer a cidade, é uma oportunidade até mesmo para os mais jovens querendo subir e isso é bacana. Vale a pena se dedicar nos treinamentos”, falou ele de 1m95cm de altura e certamente fará diferença. “Não tão alto para a natação, existem mais altos, treino e foco muito o profissionalismo e os resultados estão vindo. Todos devem se dedicar o máximo possível e competir como se fosse a última da vida” declarou.

 

Pedro Henrique Goulart nadou os 200m peito 2min34s50, os 400m medley com o tempo de 5min33s36, os 100m peito com o tempo de 1min07s94 e nos 200m medley masculino em 2min28s84. O atleta também falou a nossa reportagem. “Essa competição está com o nível bom e muita gente nova. Esse evento é como um treino diferenciado sai da rotina e amizades novas, é bacana. O sentimento de trabalho cumprido, toda luta, todo esforço diário e ver o resultado”, falou e tem pretensões maiores. “Tem muita gente com 17 anos nas olimpíadas, mas ainda não estou nesse nível e pretendo chegar lá, vou treinar forte para isso e sonho com isso desde que comecei a nadar, ainda mais sendo a próxima dentro de casa, melhor ainda”, ressaltou.

 

Para o treinador Fernando de Camargos da equipe Centro Esportivo Olímpico a presença da equipe da capital deveria se repetir mais vezes para o nível da cidade ser equiparado com as grandes do Brasil. “Somente competindo com os melhores é que se pode crescer. Só tem a abrilhantar, melhorar o evento e se pudesse acontecer sempre seria ótimo, pois vamos nos encontrar com eles em competições de alto nível, e assim estaríamos com um posicionamento melhor. Isso proporciona de rendimento”, disse. Daniel Dias, da Associação São Francisco, organizadora do evento concorda com o colega treinador. “O Mackenzie vem enriquecer em nível técnico e de competitividade dos atletas, principalmente do Estrela do Oeste, CEO e Lavras, que já buscam um resultado mais efetivo a nível estadual e nacional. Estão em pé de igualdade com o Mackenzie e haverá somas”, garantiu.

 


Todos elogiaram a estrutura oferecida pelo Divinópolis Clube e a organização e nada deixou a desejar para eles e os demais atletas da capital mineira e da região.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.