quinta-feira, 12 de Março de 2015 12:02h

Notificações de casos suspeitos de dengue sobem 66,7% em uma semana

Em relação ao balanço divulgado na última semana o número de notificações de casos suspeitos de dengue subiu 66,7%

Hoje o número de casos notificados corresponde a 90. Apesar deste crescimento este número, se comparado ao mesmo período de 2014, é 85% menor.
Mas a situação ainda é definida como de alerta pelos técnicos da Diretoria de Vigilância em Saúde. O município se aproxima da 15ª semana do ano que tradicionalmente registra o maior número de casos suspeitos e confirmados de dengue. A progressão nos números de notificações, desde o início do ano, também reforça o estado de atenção.
“Além de dar continuidade ao trabalho rotineiro no combate aos focos de proliferação do mosquito, estamos buscando parceria para melhor orientar a população”, comenta Celina Pires - diretora de vigilância em Saúde. Neste sentido, estão bem adiantadas as conversações com o Tiro de Guerra 04-019. “A intenção é ter os atiradores nos auxiliando em mutirões educativos em regiões estratégicas da cidade”, completa Celina.
No boletim da dengue, divulgado hoje, os bairros com maior incidência de notificações suspeitas são o Icarai (07), Centro (07), Belvedere (6), Niterói (04), LP Pereira (04) e Santa Tereza (04).
LIRAa termina na próxima sexta
Na próxima sexta-feira (13/03) será encerrado o 2º LIRAa - Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti e do Aedes albopictus, mosquitos transmissores da dengue e da febre chikungunya, de 2015.
Para realizar este levantamento Divinópolis foi dividida em 11 regiões com número de imóveis entre 8.000 e 12.000 e, de acordo com a Diretoria de Vigilância em Saúde, estão sendo visitados, no mínimo, 4.549 imóveis distribuídos pelos 153 bairros reconhecidos para o programa de controle da dengue e da febre chikungunya. O resultado deste 2º LIRAa do ano é previsto para ser divulgado na próxima semana.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.