quarta-feira, 29 de Abril de 2015 13:55h

Número de casos confirmados e de notificações de Dengue continuam a crescer

Em relação ao último boletim da dengue divulgado na semana passada, o número de casos confirmados da doença passou de 129 para 152. As notificações também apresentaram um crescimento considerável, passando de 496 para 633

No último sábado (24/04), uma mulher de 51 anos, moradora do Quintino, deu entrada na UPA Padre Roberto com suspeita de dengue. A paciente apresentava plaquetas e hidratação baixas e teve que ser transferida para UTI do Hospital São João de Deus (HSJD). Técnicos do setor de vigilância epidemiológica da Secretaria de Saúde de Divinópolis (Semusa), foram até o hospital colher material da paciente e encaminhar para análise na Fundação Ezequiel Dias, em Belo Horizonte, que é a referência no Estado. Posteriormente o HSJD descartou a hipótese de dengue grave.

“Desde o ano passado o Ministério da Saúde reclassificou os tipos de dengue. A doença agora é caracterizada em três formas: dengue, dengue com sinais de alarme e a dengue grave.”, explica a diretora da Vigilância em Saúde, Celina Pires. Ainda de acordo com diretora, mesmo o hospital tendo descartado o caso de dengue grave, o sangue foi enviado para análise, mas não há uma previsão de quando sairá o resultado desta paciente que foi internada. “Até lá, o caso registrado na última semana é considerado como suspeito”, diz.

A região central já possui 68 notificações suspeitas de dengue. O Bairro Icaraí, com 46, vem em segundo lugar. A terceira posição é ocupada pelo bairro Belvedere com 33 casos.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.