terça-feira, 3 de Março de 2015 09:29h

O rei Roberto Carlos canta em Divinópolis este mês

Depois do sucesso da 11ª edição do Projeto “Emoções em Alto Mar” e de uma longa turnê internacional

Depois do sucesso da 11ª edição do Projeto “Emoções em Alto Mar” e de uma longa turnê internacional, Roberto Carlos presenteia os fãs que estiverem em Divinópolis no dia 26 de março, quando faz uma única apresentação às 21h no Parque de Exposições. Artista que dispensa apresentações, o ídolo da canção latino-americana faz ainda no mês de março uma turnê pelas cidades mineiras de Governador Valadares (19/03), Ipatinga (21/03), Montes Claros (24/03) e Belo Horizonte (28/03). Roberto Carlos é um exemplo vivo do sucesso mundial da música popular brasileira. Cantor que desperta todo o carinho, admiração e idolatria nos milhões de fãs que o acompanham pelo Brasil e pelo mundo. Um ícone da credibilidade, romantismo, da religiosidade e da família. Roberto Carlos promete mais uma vez arrebatar os fãs com mais um show impecável ao lado de sua orquestra e coral. A realização é da DC Set Promoções e a Produção local da ARTBHZ e da LUCS Promoções.
Depois de apresentações nos mais importantes palcos na América Latina e Europa (recentemente, fez turnê pelo Peru, México e também nos Estados Unidos), Roberto Carlos chegou também ao Oriente Médio. Um dia após sua chegada foi recebido por Shimon Peres, Prêmio Nobel da Paz e Presidente de Honra de Israel, de quem ouviu um poético cumprimento “sua voz chegou primeiro aqui do que o seu corpo”. Para Nir Barkat, Prefeito de Jerusalém, ele se tornou “Embaixador de Jerusalém no Brasil”. Gerando enorme repercussão na imprensa nacional e também internacional, no grande show aos pés da muralha da Cidade Antiga ele cantou em cinco idiomas (português, inglês, espanhol, italiano e hebraico) levando ao delírio a platéia de 5.500 pessoas.
Entre os admiradores estavam 1.500 brasileiros, que viajaram através do projeto Emoções em Jerusalém, que incluía passagens aéreas, tour durante três dias pelos lugares sagrados de Israel, além do privilégio de assistir ao show inédito. O espetáculo foi transmitido para o Brasil pela Rede Globo dia 10 de setembro e apresentado em 115 países através da Globo Internacional alcançando mais de 100 milhões de telespectadores.

A CARREIRA
Roberto Carlos nasceu em Cachoeiro do Itapemirim, uma cidade no estado do Espírito Santo e começou a cantar na rádio aos nove anos. Na juventude sua família mudou-se para o Rio de Janeiro, onde ele formou com amigos de escola o conjunto vocal The Sputnicks, depois em um outro grupo, The Snakes, já com a presença de Erasmo Carlos, seu parceiro na maioria de sua obra. Roberto Carlos passou a se apresentar em clubes e festas tanto sozinho como no grupo, e aos poucos estava na televisão no programa “Clube do Rock”, sendo anunciado ao público como o “Elvis brasileiro” ao cantar “Jailhouse rock”. Roberto também cantava na boate do Hotel Plaza seguindo a linha bossa-nova de João Gilberto enquanto percorria o caminho de artista iniciante atrás de gravadora.
Sua primeira gravação foi em 1959 pela Polydor, em 1960 gravou um novo disco de 78 RPM, e com o primeiro LP a música “Louco Por Você” estourou rapidamente. Com aparições freqüentes em programas da TV, começava ali um caminho de sucesso sendo reconhecido em todo o país. Em 1963 com o lançamento do disco Splish Splash, se transforma num dos mais populares artistas jovens da época. O ano seguinte é marcado pelo lançamento de É Proibido Fumar, cheio de canções que se tornariam clássicos da música brasileira, como “O Calhambeque”.
Com a explosão mundial dos Beatles, o rock estava chegando ao Brasil, manifestando-se através de um movimento que o colocaria pela primeira vez no trono de Rei: a Jovem Guarda, recordista de audiência entre os jovens e um dos maiores sucessos da TV brasileira até hoje. Em novembro de 1965 veio o LP Jovem Guarda, revolucionando a linguagem musical da época através de canções como “Quero que vá tudo pro inferno”, cuja letra era ousada para época.
Em 1974, Roberto Carlos gravou o primeiro especial de Natal para a Rede Globo de Televisão. Inaugurava ali uma tradição que se repete até hoje, sempre com a participação de convidados especiais, mostrando que o Rei sempre teve muito mais que “um milhão de amigos”.
Roberto foi o primeiro artista brasileiro a atingir a marca de mais de um milhão de discos vendidos a cada lançamento. A década de 70 reservaria ainda mais dois momentos importantes: sua campanha em prol do Ano Internacional da Criança, através da Rede Globo de Televisão, foi um sucesso estrondoso e a música “Amigo” serviu de tema para a visita do Papa João Paulo II ao México, cantada por um coro de crianças em transmissão ao vivo para todo o mundo.
Em 2005, Roberto Carlos iniciou o Projeto Emoções em Alto Mar, um cruzeiro anual pela costa brasileira em um sofisticado transatlântico, onde o artista reúne seus admiradores, amigos e jornalistas e se apresentada em show intimista todas as noites. Este cruzeiro se tornou referencia em turismo náutico diferenciado.
Em 2009, na celebração dos seus 50 anos de carreira realizou 50 shows em todo o país para uma plateia de mais de 700 mil pessoas. Foi homenageado em dois espetáculos especiais que se transformaram em especiais de TV, CD e DVD: Elas Cantam Roberto, com 20 das mais importantes cantoras brasileiras interpretando seus sucessos, e Emoções Sertanejas, com 18 artistas/duplas expressivas da música sertaneja apresentando suas canções neste estilo musical.
Ele acaba de receber em 2014 uma homenagem pelos 12 milhões de discos vendidos no México, em toda a sua carreira e pelo primeiro lugar em 15 países com o EP “Esse tipo soy yo” pela Sony/ Itunes, além de ter gravado um DVD em Las Vegas, que será lançado no natal deste ano. Ele percorreu ao todo quatro países: Equador, México, Estados Unidos e Canadá. Os shows aconteceram em Guayaquil, Quito, Cidade do México, Veracruz, Guadalajara, Monterrey, Queretano, Puebla, Mérida, Las Vegas, San Diego, Los Angeles, San José, McAllen, Miami, Chicago, Toronto, Nova York e Boston. Somando um total de público de 127.656 pessoas que assistiram a última turnê internacional do Rei, que teve início no dia 24/07, no Equador e terminou em Boston no dia 4 de outubro.

 

Crédito: Claudia Schembri

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.