sábado, 18 de Agosto de 2012 09:37h Flaviane Oliveira

OAB aprova menos de 15% dos candidatos no Exame de Ordem

Nesta semana foi publicado o resultado do Exame de qualificação para os interessados em ingressar na Ordem dos advogados do Brasil (OAB). De 109.649 bacharéis que fizeram o VII Exame de Ordem Unificado para se habilitarem ao exercício da advocacia, foram aprovados 16.419, conforme resultado divulgado, o que representa um percentual de 14,97%. No centro-oeste o número de aprovados foi de 53 pessoas, sendo que o número de inscritos para a região ainda não foi divulgado.

 


De acordo com a nota divulgada pela OAB, nas estatísticas do VII Exame, de 15.667 estudantes do nono e décimo semestres inscritos na prova, o percentual de aprovação superou 46%, “Para a OAB, não é objetivo do Exame eliminar candidatos ou limitar seu acesso à carreira, haja vista a inexistência de quantidade de vagas definidas. Determina-se um limite mínimo de desempenho e todos quantos atinjam esse limite estão aprovados e habilitados a ingressar nos quadros da OAB” informou a nota.

 


De acordo com Iris Almeida, presidente da OAB em Divinópolis, a Ordem tem se preocupado com os baixos índices registrados nas últimas provas, “É de se questionar o por que do índice baixo, será que a falha está nas instituições de ensino? Será que a falha é dos sistema de provas aplicado pela Fundação Getulio Vargas-FGV? Ou será que os candidatos estão realmente preparados?” questionou. O presidente completa, “Sabemos que as provas tem objetivo seletivo, isto é, de que sejam aprovados candidados que realmente aprenderam e que possam ser confiados aos mesmos as demandas a serem propostas perante o judiciário. O índice de 14,97% de aprovados realmente é muito baixo, mas vale salientar que esse índice é a nível de Brasil, não é apenas Divinópolis ou Minas Gerais” salientou.
O presidente ressaltou ainda que “a OAB sempre preocupa com a qualidade do profissional do direito, tanto é verdade que a 48ª Subseção da OAB em Divinópolis estará em comemoração ao mês do advogado,realizando nos dias 20 a 23 uma semana jurídica e tem sempre realizado várias palestras visando o aperfeiçoamento dos profissionais do direito, e isso não é só aqui, é em todo o estado” informou.

 

 

O EXAME

 


Ainda de acordo coma nota publicada pela Ordem dos Advogados do Brasil, o Exame de Ordem pode ser prestado por bacharel em Direito, ainda que pendente apenas a sua colação de grau, formado em instituição regularmente credenciada. Podem fazer o exame os estudantes de Direito do último ano do curso de graduação em Direito ou do nono e décimo semestres. A aprovação no Exame de Ordem é requisito necessário para a inscrição nos quadros da OAB como advogado, conforme previsto no artigo 8º, IV, da Lei 8.906/1994. Nos últimos anos, o número de cursos de Direito no Brasil aumentou consideravelmente passando de 886 em 2005  para 1.259 em 2012, segundo informações do Ministério da Educação.

 


A próxima edição do Exame já teve as inscrições finalizadas. A prova objetiva será realizada no dia 9 de setembro e terá cinco horas de duração. A prova prático-profissional será aplicada no dia 21 de outubro e também terá duração de cinco horas.
 

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.