sábado, 24 de Setembro de 2016 11:36h Pollyanna Martins

Obras do Complexo Esportivo do bairro Planalto serão retomadas nesta segunda

Em um primeiro momento, foi feito o telhado do complexo, e novos funcionários serão contratados para dar continuidade às obras

As obras do complexo es­portivo do bairro Planalto serão retomadas nesta segun­da-feira (26). Após oito meses parada, na última semana, a obra foi retomada para a fina­lização do telhado. Segundo a assessoria de imprensa do deputado federal Domingos Sávio (PSDB), a empreiteira contratada havia paralisado a obra, pois o Governo Federal contingenciou o pagamento dos recursos de todas as pre­feituras que eram do PSDB. Conforme a assessoria, com a mudança de presidente, o deputado conseguiu a libe­ração da verba e o valor foi depositado para a continuação da construção do complexo esportivo.

De acordo com a assessoria do deputado, as obras foram retomadas e, em um primeiro momento, somente o telhado do complexo esportivo foi fi­nalizado, pois era um serviço de menor estrutura. As obras foram anunciadas e iniciadas no dia 10 de agosto do ano passado, e seriam executadas com uma emenda do Deputa­do Federal Domingos Sávio de R$ 1 milhão pela Construtora BR Leão. Segundo a assessoria, em um segundo momento, a empreiteira irá recontratar os funcionários para dar conti­nuidade à obra na segunda­-feira. No dia 23 de agosto, o Gazeta do Oeste divulgou uma matéria mostrando o estado de abandono do complexo es­portivo, pois as obras estavam paradas há oito meses.

Um dia após a publicação da matéria, o Deputado Fede­ral Domingos Sávio entrou em contato com a nossa reporta­gem e explicou o motivo de as obras estarem paradas há tanto tempo. Conforme Sávio, a construção foi interrompida, pois, no final do ano passado, o Governo Federal suspendeu os recursos para a obra sem qualquer explicação. O depu­tado disse ainda que a verba foi reivindicada várias vezes, mas, diante da negativa do Governo Federal, a Construtora BR Leão não teve outra alternativa a não ser parar as obras. “A Cons­trutora pagou funcionários, pagou material e o dinheiro não chegou, porque o Gover­no Federal simplesmente não depositou aquilo que era obri­gação deles”, informou.

RETOMADA DAS OBRAS

As obras do complexo es­portivo foram executadas até dezembro do ano passado e, segundo Domingos Sávio, os quatro meses de obra ge­raram uma dívida de aproxi­madamente R$ 400 mil com a Construtora e a continuidade da construção dependia da quitação deste débito. O depu­tado informou ainda que, em julho, pouco mais de R$ 100 mil foram liberados para a qui­tação da dívida e, em agosto, aproximadamente R$ 280 mil foram depositados para sanar o débito com a empresa. Con­forme Domingos Sávio, com os valores liberados em julho e agosto, mais de 50% da verba de R$ 1 milhão já haviam sido liberados e o restante do re­curso seria liberado à medida que a Construtora retomasse as obras, para que o Complexo fosse concluído em no máximo três meses. “Na medida em que a empreiteira retomar a obra, eu vou trabalhar para que seja pago em dia, para que a gente tenha essa obra concluída em dois, três meses”, garantiu.

PREFEITURA

A Prefeitura informou, por meio de sua assessoria de im­prensa, que a empresa termi­nou nesta semana o trabalho do serralheiro, com a cober­tura da quadra, o serviço foi finalizado no início da semana. Ainda de acordo com a asses­soria, na próxima semana, voltam os pedreiros para dar continuidade às obras.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.