quarta-feira, 7 de Dezembro de 2011 09:07h Sarah Rodrigues

Obras no aeroporto estão a todo vapor

A construção do novo terminal de passageiros está na fase de fundações. A obra que custará cerca de 1 milhão de reais é fruto de uma parceria entre o governo do estado e o município

O tão sonhado terminal de passageiros já está em fase de fundações, para que as obras sejam iniciadas efetivamente. Com uma área de aproximadamente 550 metros, o terminal vem para realizar o sonho de muitos divinopolitanos de no futuro embarcar em vôos estaduais a partir de Divinópolis.


Quase um milhão de reais serão investidos na obra, sendo que 30% são recursos municipais. De acordo com o superintendente da Usina de Projetos Lúcio Espíndola, o governo de Minas investirá setecentos mil no terminal. “A licitação foi aberta no final de outubro e está orçada em um milhão de reais, em números redondos. Setecentos mil serão investidos pelo governo do estado e trezentos mil serão da prefeitura”.
O superintendente avalia que a construção do novo terminal é uma das obras previstas para as celebrações dos 100 anos do município, por isso deve ficar pronta até junho de 2012.“O Aeroporto está dentro das comemorações do Centenário de Divinópolis, a nossa expectativa é que a obra esteja pronta no início de maio, ou no final de junho, no máximo”, explica.


Espíndola acrescenta que desde a licitação até agora, houve um pequeno atraso devido a uma mudança no projeto, com planos no futuro. “Nós fizemos uma modificação no projeto, é até uma questão para o futuro, porque o projeto que nós recebemos só contemplava o terminal do jeito que área estava disponibilizada. Então nós fizemos uma modificação na estrutura para poder comportar um segundo andar no futuro, para uma expansão eventual do terminal, em uma necessidade eventual podermos ter condição de ampliar o aeroporto”.

 

OBRA


O superintendente relata que a obra já está na parte de fundações e que dentro de seis meses todo o projeto deverá estar executado.“Hoje eles já estão contratando as fundações, com esta definição do projeto, a empresa já está autorizada a iniciar a obra efetivamente, então a empreiteira já está tomando a iniciativa com relação à contratação das fundações, e tocar o serviço na sequência dentro desse cronograma”.


Lúcio enfatiza que a obra, mesmo com possíveis atrasos devido ao período chuvoso deverá ser entregue no máximo até o final de junho, quando se encerram as comemorações.“De dezembro até maio, em seis meses de obra é o que nós estamos prevendo para a execução. Tirando um imprevisto de impacto de chuva um atraso de um mês. O máximo de previsão nossa é que a obra fique pronta até 30 de junho do ano que vem”, avalia.
Sobre a demolição do terminal atual, Espíndola explica que ele será mantido até para a preservação do patrimônio. “Tem a questão do tombamento, por ser uma obra com histórico, então o novo terminal será feito do lado.Uma das ações que motivou a modificação é em pensar inclusive em uma maneira de preservar pelo menos a fachada, mas a parte antiga será incorporada na parte nova”.


O terminal terá lanchonete, banheiros na parte existente, na parte nova irá funcionar o setor operacional. “Administração, lanchonete, os banheiros, a parte de embarque, desembarque e o setor de passageiros deverão ficar na parte nova”, acrescenta o superintendente.
 

 

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.