terça-feira, 10 de Março de 2015 11:19h Atualizado em 10 de Março de 2015 às 11:22h. Mariana Gonçalves

ONG irá fomentar gastronomia da cidade e região

Oficializada essa semana, a ONG PRO BAR, tem o objetivo de desenvolver projetos que contribuam para qualificação principalmente da gastronomia mineira de interior, visando ações que vão além da capacitação dos empresários de bares e restaurantes

Segundo o presidente da ONG, Gustavo Bicalho, dentre os trabalhos propostos pela organização estão “tirar as crianças da rua e transformá-las em auxiliares de cozinha e sub-chefes, para que no futuro, se tornem possíveis chefes de cozinha. O mercado está contratando e pagando bem chefe de cozinha, porque não têm tantos profissionais no ramo”, destaca.
Está previsto para o próximo mês, um seminário a ser realizado na sede da Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG), onde a PRO BAR será apresentada a empresários, parceiros e à comunidade em geral, na oportunidade, os primeiros projetos a serem desenvolvidos pela organização, também serão expostos. “Vamos lançar vários produtos; Prato da Casa (PDC) que inclusive, a ONG começou devido a ele. Prato Rural, Rede Escola, valorização da Agricultura Familiar, e o encaminhamento de jovens aprendizes para o mercado de trabalho, no segmento da alimentação. Queremos trabalhar com o ensino da gastronomia nas casas de recuperação e até dentro de presídios”, afirma o responsável pela ONG.

 

NECESSIDADE

Enxergando as necessidades do mercado de alimentação fora do lar em Divinópolis e região, a equipe de consultores do Prato da Casa já estava trabalhando em ações que pudesse suprir algumas das carências, e por consequência, melhorar os produtos e serviços oferecidos pelo ramo alimentício. No entanto, para que os projetos possam ter resultados ainda melhores, toda a equipe do PDC agora passa a ser também integrante da organização. “Sentimos falta de um órgão que capacitasse e auxiliasse a classe empresarial de bares e restaurantes. A principal apoiadora do surgimento da ONG é o SEBRAE”, pontua Gustavo.
Conforme Gustavo, a ideia inicial era que a ONG fosse chamada de Prato da Casa, porém, a equipe achou melhor que ao invés disso, a ONG levasse o nome de PRO BAR e o PDC fosse um dos projetos que farão parte dela.
Na sede da ONG - localizada no bairro Alvorada, está sendo construída uma cozinha industrial que será a sala de aula de muitos jovens aprendizes.  O espaço, orçado em R$50 mil, será uma grande cozinha, totalmente equipada e preparada para o ensino da gastronomia.

 

VEM POR AÍ...

Falta pouco para que Divinópolis se torne abrigo de uma das sedes da Associação Mineira de Bares e Restaurantes (Abrasel). “De início, eu seria o presidente da associação aqui em Divinópolis, mas eles têm um estatuto que exige que, tem que ser dono de bar para ser presidente. A abrasel ia mudar esse estatuto para que eu pudesse me encaixar no perfil de presidente, mas como eu acabei de lançar a ONG a qual sou presidente, não podemos abraçar o mundo, tudo tem que ser dividido. Então, nomeamos o Juliano, dono do Pitangas, para ser o líder da abrasel. Em abril, o presidente nacional, junto com o diretor executivo da associação, vem para Divinópolis, e a ata oficial de abertura da Abrasel será feita”, encerra Gustavo.

 

Crédito: Mariana Gonçalves

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.