quinta-feira, 14 de Julho de 2016 13:43h Acasp

Órgãos e entidades assinam ofício solicitando novos investigadores para Divinópolis

A defasagem no número de profissionais empenhados nas investigações na 1ª Delegacia Regional da Polícia Civil em Divinópolis mobilizou os órgãos e entidades a cobrar do Estado uma posição quanto à nomeação dos novos investigadores

Um ofício foi elaborado pela Associação de Advogados do Centro Oeste, AACO de Divinópolis e será entregue a chefe de Polícia de Minas Gerais, Andrea Cláudia Vacchiano no início de agosto.

 

No documento consta a necessidade de pelo menos 53 novos profissionais para conseguir atender a demanda da regional, que hoje presta o serviço a mais de 430 mil pessoas em cinco municípios.  O ofício colheu aproximadamente 50 assinaturas, boa parte delas, durante a reunião da Associação Comunitária para Assuntos de Segurança Pública, Acasp, realizada hoje, extraordinariamente na Delegacia da PC. “Como representante da Sociedade Civil Organizada, a Acasp tem feito o seu papel, de unir forças e intermediar esse diálogo entre os órgãos, entidades com a sociedade. Entendemos que o momento é agora de cobrar do Estado,” salientou Presidente da Acasp, José Levi.

 

 

Uma comitiva foi montada com participação, inclusive do Legislativo e Executivo, para entregar esse documento, ainda essa semana, ao secretário de Estado de Defesa Social, Sérgio Barboza Menezes e ao representante da Superintendência de Planejamento, Gestão e Finanças., Seplag, Geraldo Moreira Soares. “A Polícia Civil realizou um estudo e chegamos a esse número, precisamos de 53 investigadores para somar com os que já estão empenhados na delegacia, assim ficaríamos com um quadro de 100 profissionais,” esclareceu o Delegado Regional, Leonardo Pio.

 

A mobilização das entidades e representantes da sociedade civil organizada não se restringe ao envio do ofício. Sabendo das dificuldades em manter a nova sede da Polícia Civil e os poucos recursos enviados pelo governo, uma parceria foi firmada para reformar a sala utilizada pela Polícia Militar na Depol. Com a presença de autoridades, o novo espaço foi apresentado após passar por reparos, como pintura das paredes e celas, troca do mobiliário, instalação de persianas e ventilador de teto.  Em parceria com a OAB de Divinópolis também foi inaugurada a nova sala dentro da delegacia que será destinada aos advogados. “É direito constitucional e está na lei de Execução Penal o direito do preso em ter contato com o seu defensor e a partir de agora vamos fazer valer a lei”, ressaltou Sérgio Martins.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.