sexta-feira, 31 de Maio de 2013 06:41h Atualizado em 31 de Maio de 2013 às 07:11h. Carina Lelles

Paraná é interditada menos de 24 horas após “conclusão” das obras

Menos de 24 horas após ter sido liberada para o tráfego de veículos, no fim da tarde de ontem parte da pista da avenida Paraná foi interditada, segundo a prefeitura, para construção de passeios no local. Já moradores e comerciantes da região garantem que

Menos de 24 horas após ter sido liberada para o tráfego de veículos, no fim da tarde de ontem parte da pista da avenida Paraná foi interditada, segundo a prefeitura, para construção de passeios no local. Já moradores e comerciantes da região garantem que parte das laterais da pista cedeu devido à chuva de terça-feira.


De acordo com informações da assessoria de comunicação da prefeitura, profissionais do município trabalhavam no local para a construção dos passeios que é de responsabilidade do município.
Porém, desde a manhã desta quarta-feira (29), a reportagem da Gazeta do Oeste recebeu diversas ligações, de moradores, comerciantes e pessoas que passavam pela via, afirmando que a parte da lateral desabou devido a forte chuva.


Ainda pela manhã, secretários municipais foram até o local, mas garantiram que “tudo estava dentro da normalidade”. Nas extremidades do Córrego Flexa, era visível o barro escorrido da encosta, mas, ainda segundo a prefeitura, nada que comprometesse a obra.
No fim da tarde, outras dezenas de telefonemas foram recebidos por nossa redação e ao chegar na Paraná, havia trator, caminhão e homens trabalhando, além de sacos de areia cercando parte da pista que parecia ter desabado.


Novamente entramos em contato com a assessoria de comunicação da prefeitura que garantiu que eram apenas obras para a construção dos passeios.


Às 18h, o governo municipal enviou nota afirmando que: “A Prefeitura de Divinópolis informa que o trânsito na avenida Paraná está aberto normalmente, para todos os tipos de veículos.

A recomposição da pista e liberação do tráfego de veículos no local faz parte da primeira etapa da obra orçada em R$1,3 milhão. O investimento realizado pelo município acaba com os problemas de inundação na área e em todo o entorno, registrados com frequência no período chuvoso. A construção compreende uma galeria de concreto com 13 metros de largura e 3 de altura, em uma seção de 30 m de comprimento.  Motoristas e pedestres devem redobrar a atenção no trecho. Homens continuam trabalhando para concluir a obra, realizando o complemento da galeria e construção de um muro em gabião”.


Após quase umano e meio de obras, o trecho da avenida Paraná que liga o centro da cidade ao bairro São José foi revitalizado. O trânsito no local foi liberado na terça-feira (28), às 17h. A obra teve um custo aproximado de R$1,7 milhões. A cratera, aberta no início do ano passado, foi resultado da enchente que ocorreu na época. Do lado do buraco, uma agência de veículos veio a desabar.


A demora na conclusão da obra, segundo o prefeito Vladimir Azevedo (em entrevista coletiva nesta terça-feira), foi o não compromisso da empresa responsável pela obra. “A empresa não foi irresponsável apenas com a prefeitura, mas também com a população divinopolitana”, disse o chefe do executivo completando que: “faltou comprometimento, mas corrigimos a situação a tempo e antes da Divinaexpo, que é uma época que apresenta um fluxo maior de pedestres e veículos. Há a expectativa de que 200 mil pessoas passem pelo local nesse próximo final de semana”.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.