quinta-feira, 8 de Outubro de 2015 11:15h Atualizado em 8 de Outubro de 2015 às 11:23h. Rafael Camargos

Paróquia São José do Operário realiza nesta sexta, o ‘Festival do Fusca’

A ideia surgiu a partir da necessidade da criação de mais duas comunidades na paróquia

A Paróquia São José do Operário realiza amanhã, o ‘Festival do Fusca’, com o foco principal na arrecadação de recursos para a construção de mais duas comunidades da paróquia, nos Bairros Santo André e Realengo.
Com vários eventos ao longo do ano, o festival veio para substituir o famoso ‘Churrascão Solidário’, que já vinha sendo feito pela Paróquia há alguns anos.
Para o Pároco da Comunidade, Padre Geraldo, a ideia do festival surgiu a partir da necessidade de se construir essas comunidades nos bairros, que segundo ele, são os mais carentes da Paróquia. “O Festival do Fusca surgiu da necessidade da construção de duas comunidades da paróquia, que seriam as comunidades Santo André, no bairro Santo André e a comunidade Nossa Senhora da Piedade, no bairro Realengo, essas comunidades são as mais carentes da paróquia, então, nós pensamos em fazer uma promoção que fosse favorável para beneficiar essas comunidades”, diz o Padre.

 


Premiação

Com o sorteio de seis veículos modelo Fusca, o Padre conta que a maioria dos veículos adquiridos foi doação, de pessoas e fieis que acreditavam no trabalho realizado pela Paróquia. “Certa vez, um senhor veio aqui e queria fazer uma doação, porque ele viu a atuação das obras na paróquia, então ele me disse, ‘eu vim aqui fazer uma doação, porque estou vendo acontecer’”, ele conta ainda, que pediu a Deus graça de lhe ajudar, para que essa doação se multiplicasse “Eu pedi a Deus a graça de me ajudar a fazer que essa doação se multiplicasse, aí chegou outra pessoa e fez outra doação de mais dois Fuscas, nossa ideia era fazer com quatro Fuscas, mas depois a gente adquiriu mais dois, e ficaram seis Fuscas”, Termina. 

 

O Evento

Para você, nosso leitor, que quer curtir um evento familiar, em um ambiente fraterno e solidário, os ingressos para o ‘Festival do Fusca’, já estão à venda desde o dia 01/06, e a banda Lex Luthor será a responsável por animar o público.
O evento será realizado na Sede Campestre do Divinópolis Clube, às 20h.
Para ter mais informações sobre os pontos de venda, basta ligar na Secretaria Paróquial pelo telefone: (37) 3212-1012.

 

A Paróquia São José do Operário

A Paróquia de São José Operário foi criada no dia 1º de maio de 1975 – até então, toda a comunidade pertencia à Paróquia de Nossa Senhora da Guia. Porém, em 1949, antes de existir o bairro São José, antes mesmo da construção da Igreja de São José Operário, a catequese já era realizada sob as árvores. Os freis franciscanos da Paróquia de Santo Antônio foram os primeiros padres da Paróquia. A construção da Igreja Matriz de São José Operário foi iniciada em 1956. Em 1963, o Santíssimo Sacramento da Eucaristia foi trazido em solene procissão pelo bispo e padre, Evaristo, da Catedral para a Igreja de São José Operário.
São José foi inserido no calendário litúrgico Romano em 1479. Sua festa é celebrada no dia 19 de março. São Francisco de Assis e, mais tarde, Santa Teresa d’Ávila, foram grandes santos, que  ajudaram a divulgar a devoção a São José. No ano de 1870, São José foi declarado oficialmente o Patrono Universal da Igreja. O autor desta declaração foi o Papa Pio IX. No ano de 1889, o Papa Leão XIII, num de seus grandes documentos, exaltou as virtudes de São José.
O Papa Bento XV declarou São José como o patrono da justiça social. Para ressaltar a grande qualidade e poder de intercessão de São José como “trabalhador”, Pio XII instituiu uma segunda festa em homenagem a ele, a festa de "São José Operário". Esta ocorre no dia 1° de maio. São José é invocado também como o padroeiro dos carpinteiros. Na arte cristã, ele é representado tendo um lírio na mão, representando a vitória dos Santos. Algumas vezes, ele aparece também com o menino Jesus ou nos braços, ou ensinando a Ele a profissão de carpinteiro. São José é, sem dúvida, uma dos Santos mais importantes da Igreja. Ele é invocado como o santo que intercede a Deus por todas as nossas necessidades.


Créditos: Rafael Camargos

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.