quinta-feira, 4 de Agosto de 2016 14:40h Atualizado em 4 de Agosto de 2016 às 14:49h. Jotha Lee

Passagens aéreas para Belo Horizonte terão preço máximo de R$ 175

Voo teste feito no fim de semana aprovou integralmente a linha Divinópolis

POR JOTHA LEE

jotalee@gazetaoeste.com.br

 

Com nove voos semanais, começa no próximo dia 17, uma quarta-feira, a ligação aérea comercial entre Divinópolis e Belo Horizonte, com dois voos diários de segunda à sexta-feira, à exceção das quartas-feiras, que terão uma partida e uma chegada da capital. Ontem a Secretaria de Estado de Governo (Segov) confirmou a aprovação integral da linha aérea, após o voo teste realizado no fim de semana.

A ligação aérea entre Divinópolis e Belo Horizonte está dentro do Projeto de Integração Aérea Regional (Pirma), lançado pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) e pela Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas. Serão 60 partidas semanais, ligando Belo Horizonte, através do aeroporto da Pampulha, a 12 municípios do interior. As aeronaves serão do modelo Cessna Grand Caravan 208, com capacidade para nove passageiros, além de dois tripulantes. Além de Divinópolis, também receberão o projeto as cidades de Curvelo, Diamantina, Juiz de Fora, Muriaé, Patos de Minas, Ponte Nova, São João del-Rei, Teófilo Otoni, Ubá, Varginha e Viçosa.

De acordo com a Segov, a venda de passagens antecipadas deve começar na semana que vem. O sistema será o mesmo adotado pelas companhias aéreas, via e-commerce (cartão de crédito) e emissão imediata do bilhete. Entre Belo Horizonte e Divinópolis a tarifa será de R$ 160 a R$ 175. O valor varia em função da taxa de utilização do aeroporto.

De acordo com a diretora de Fomento à Indústria Criativa da Codemig Fernanda Medeiros Azevedo Machado, a operação a partir dos 12 destinos definidos nesta primeira etapa levou em conta pesquisa de mercado feita junto a 31 municípios. O levantamento mostrou algumas particularidades e subsidiou a elaboração da escala de voos. “Há regiões, por exemplo, que não há tanto interesse de voos para a capital, mas para outros pontos do estado”, afirmou. Apenas quatro cidades, entre elas Divinópolis, terão voos com frequência diária.

Segundo Fernanda Medeiros, o transporte de cargas também está previsto no projeto, levando em consideração o porte da aeronave e as determinações da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). “Esta é uma maneira de garantir mais competitividade e estimular negócios no nosso estado”, assegurou.

 

 

VOO TESTE
 

 

O voo inaugural partirá do Aeroporto Brigadeiro Cabral às 7h do dia 17. Já de Belo Horizonte para Divinópolis, o primeiro voo acontece às 15h17 do mesmo dia. Como se trata de uma quarta-feira, no primeiro dia de operação da linha, ocorrerá somente uma partida e uma chegada.

No sábado passado, foi realizado o voo teste entre Belo Horizonte e Divinópolis, com objetivos unicamente técnicos, como por exemplo, a confirmação do tempo de voo, as condições de pousos e decolagens no aeroporto Brigadeiro Cabral e o sistema de segurança. Todo o sistema foi aprovado pela tripulação que já utilizou o avião que será disponibilizado para a linha.

A Associação Comercial, Industrial. Agropecuária e de Serviços (Acid) está acompanhando de perto a implantação do projeto. O primeiro vice-presidente da entidade, Marcos Fábio Gomes Ferreira, acompanhou a chegada do voo teste e segundo ele o meio empresarial está comemorando a iniciativa. “A notícia no meio empresarial foi muito bem recebida. Podemos comparar com o voo para Campinas, que no início, as pessoas ficavam se perguntando se daria certo. Hoje, temos voos lotados e com a possibilidade de aumentar um horário para fazer a integração”, analisou.

Na semana passada, a diretora executiva da Acid, Glaura Figueiredo, participou de reunião em Belo Horizonte com a diretora da Codemig, Fernanda Medeiros, e o presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Minas Gerais (Federaminas), Emílio Parolini. O encontro teve como principal objetivo inteirar a Associação Comercial sobre o início da operação da linha aérea. Para o presidente da Acid, Leonardo Santos Gabriel, o projeto é fator decisivo para o crescimento econômico da região.

“Será um grande benefício para a classe empresarial e para a população de Divinópolis e região. Trata-se de um projeto indutor do crescimento econômico, trazendo agilidade de locomoção até a capital, possibilitando o acesso a outros serviços aéreos, conectando Divinópolis a diversos locais do Brasil e do mundo”, afirmou.


CONFIRA OS HORÁRIOS
 

DIA DIVI/BH BH/DIVI
Segunda 7h e 13h 9h42 e 15h57
Terça 7h e 12h 9h24 e 16h
Quarta 7h 15h17
Quinta 7h e 15h 13h14 e 16h
Sexta 7h e 13h56 13h14 e 15h45

 

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.