quarta-feira, 26 de Outubro de 2011 09:55h Atualizado em 26 de Outubro de 2011 às 10:01h. André Bernardes

Pinturas estatigráficas apresentam problemas

Menos de um mês depois de pintadas, as sinalizações feitas na Avenida JK apresentam problemas. Elas estão desbotando e em alguns trechos não é possível enxergar a pintura. A prefeitura alega que houve problemas com a máquina e a tinta

Em setembro a Secretaria de Trânsito e Transportes, Settrans, entregou para a comunidade a revitalização de algumas vias e a pintura estatigráfica. Agora em menos de um mês algumas pinturas apresentaram problemas e nem aparecem mais no asfalto.


As obras de revitalização das vias foram realizadas nas principais ruas da cidade. As últimas obras foram na rua a Getúlio Vargas, o entorno da praça da Catedral e a Avenida JK onde estão apresentando os maiores defeitos. A reportagem da Gazeta do Oeste percorreu a Avenida JK e constatou que em alguns pontos não é possível identificar a pintura. Na rotatória que foi recentemente reformada as faixas de divisão de pista não existem.


O motorista Marcelo Gualberto passa diariamente pela rotatória e disse que principalmente a noite fica difícil identificar a faixa. “É perigoso um acidente nesta região, pois não existe a divisão e uma pessoa que vem de outra cidade não sabe desta sinalização pode ficar prejudicada” reclamou. O fluxo de veículos nesta região é muito intenso e é um acesso para a cidade para quem vem de fora.


Em alguns trechos a pintura está descascada ou desbotada. Em outros pontos é impossível enxergar a pintura. Já a Rua Goiás, Pernambuco e o início da Getúlio Vargas, que também participaram da obra, as pinturas não apresentaram defeito.


O secretário adjunto de trânsito Dreyffus Rabello explicou que houve um problema com a máquina que realiza as pinturas e a tinta. “Nós detectamos o problema na máquina que pinta e na tinta. Nós já comunicamos a empresa responsável que irá refazer o serviço” garantiu.


De acordo com o secretário as obras devem ser retomadas em quinze dias caso não esteja chovendo e garante que a prefeitura não terá mais gastos coma nova pintura. “A prefeitura não terá gastos, pois temos a garantia do serviço. Com problema na pintura e o movimento intenso no local houve esse desgaste prematuro” explicou. 


Enquanto a pintura não é refeita é necessário que os motoristas redobrem os cuidados ao passar por estes trechos para não causar nenhum acidente. 

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.