terça-feira, 3 de Fevereiro de 2015 10:32h Atualizado em 3 de Fevereiro de 2015 às 10:37h. Mariana Gonçalves

População improvisa sinalização indicando cratera em rua

Para garantir a segurança de pedestres e evitar acidentes, moradores do bairro Jardim Primavera, em Ermida, sinalizaram os buracos da rua com galhos e pedaços de pau

O bairro não possui nenhum tipo de pavimentação e todas as ruas estão em péssimas condições.
O auxiliar de pedreiro João Carlos conta que principalmente à noite a atenção dos motoristas tem que ser redobrada. “Chego do serviço já está escurecendo, daí venho com a moto na velocidade mais baixa possível, porque com o monte de buraco é até perigoso a moto escorregar ou cair dentro de uma das crateras. Fica complicado demais, estou sempre fazendo o conserto da moto por causa dessas ruas sem nenhuma infraestrutura”, diz.
O comerciante Ademir Júnior vê a sinalização improvisada também como um ato de protesto da população. “Acho certo fazer essa marcação na rua para que outras pessoas vejam e acho também que isso é um jeito de chamar a atenção do poder público para a péssima realidade desse bairro. Foram vários anos cobrando por obras de esgoto e só agora elas estão sendo feitas, e a cobrança pela melhoria nas ruas vem desde muito tempo também. E pelo jeito ainda vai demorar mais”, pontua.

 

 

DESCONTENTAMENTO
Conforme a dona de casa Maria dos Anjos, a população sempre se sente prejudicada, já que a falta de pavimentação ocasiona diversos outros problemas. “Quando não é o tempo seco que traz a poeira e ainda os excessos de buraco, é a chuva que transforma todas as ruas em um verdadeiro lamaçal.”
Quem também tornou pública a sua insatisfação foi a comerciante Adenira Sousa. “Na porta da minha casa só tem lama e essas últimas chuvas fizeram abrir ainda mais buracos na rua. Fico de mãos atadas porque preciso acabar de construir a minha casa, mas com a rua desse jeito nem compensa, o passeio nem tem como ser feito, por exemplo. Quando chove o barro é tanto que se eu fizer o passeio com certeza ele vai servir só para acumular terra”, afirma.

 

 

REDE DE ESGOTO
Conforme o projeto serão instalados sete quilômetros de rede de esgoto no bairro Jardim Primavera, beneficiando 102 residências. O custo total da obra está orçado em R$ 1,02 milhão. Para tornar a obra realidade foram envolvidos esforços da Câmara Municipal, Prefeitura e a Companhia de Saneamento Básico de Minas Gerais (Copasa). O trabalho integra o Projeto Crescimento Vegetativo da companhia.
De acordo com a assessoria de comunicação da Prefeitura de Divinópolis, a prioridade no Jardim Primavera é a construção das rede de esgoto. Até o momento já foram instalados três quilômetros de rede. Ainda conforme a assessoria, paralelamente à realização dessa obra, a administração trabalha na busca por recursos junto à União para que o projeto de pavimentação tenha condições de sair do papel. No entanto, a data em que isso irá ocorrer não nos foi passada. A Prefeitura apenas alega que está se empenhando para a busca de recursos.

 

Crédito: Mariana Gonçalves

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.