sexta-feira, 3 de Fevereiro de 2012 14:06h Atualizado em 4 de Fevereiro de 2012 às 18:18h. Sarah Rodrigues

População troca lixo por plantio de mudas no Dom Pedro II

Área de 4 mil metros que era usada como “Bota Fora” na rua São João Del Rey no bairro Dom Pedro II será transformado em área de plantio. 122 mudas frutíferas serão plantadas

Preocupados com o meio ambiente a associação de moradores do bairro Dom Pedro II decidiu transformar uma área verde em um local de plantio de árvores frutíferas. A área de 4 mil metros quadrados servia como um “Bota fora” irregular de entulhos, pneus e outros objetos.
De acordo com o presidente da associação de moradores, Everton Jonas o espaço era da antiga Ferrovia Federal e depois passou a ser da FCA (Ferrovia Centro Atlântica). “Os moradores sempre brigaram para ganhar este espaço, para fazer um plantio de árvores, então a associação de moradores ganhou esta área, para cuidar”.
O presidente ressalta que 122 mudas serão plantadas, cedidas pelo IEF (Instituto Estadual de Florestas) que devem ser colocadas na área em parceria com uma escola do bairro. “Nós vamos plantar 122 árvores, a maioria frutífera. Quem define as mudas é o IEF, o que eles estão mandando para gente é amora, goiabeira, mangueira, jambo e outras espécies”.
Sobre o plantio, Everton explica que depende da autorização do IEF, somente quando o órgão liberar é que será feito o plantio. “Inclusive um dos rapazes que trabalha lá está de férias, que vai nos ajudar, para liberar as mudas para plantarmos”, avalia.
A liberação para uso da área para plantio segundo o líder comunitário saiu há cerca de 60 dias, mas devido ao tempo de busca de recursos para melhorar o local, o plantio ainda não teve início. “Devido à dificuldade que a gente tem de conseguir as coisas, nós conseguimos os mourões através da FCA. O arame a gente conseguiu uma parte na Sadec (Secretária de Desenvolvimento Comunitário), outro arame mais velho a gente recuperou de uma cerca antiga que a gente tinha. Eu terminei de colocar a cerca na quinta-feira”, pontua.
A área fica na avenida São João Del Rey e o local durante as chuvas intensas de janeiro foi alvo de inundação, devido a cheia do córrego Flechas, que passa pelo local. De acordo com o presidente da associação de moradores a intenção com o plantio é que a mata ciliar seja preservada. “A nossa intenção, é essa, porque aqui era usado como ‘Bota fora’, então tinha muito entulho, muita bagunça. A gente conseguiu uma máquina para limpar o que já deu uma aparência muito boa, e a nossa intenção é colocar as árvores para ver se tem menos enchentes”.
Para o líder comunitário, as árvores vão trazer muitas mudanças, principalmente para a população que irá deixar de jogar lixo e passará a cuidar das plantas, que em breve trará muitas frutas aos moradores. “Nós estamos transformando o lixo em plantio, em preservação ambiental. Inclusive com o plantio de 122 mudas que a gente estará plantando. Irá beneficiar toda a população que está apoiando, e elogiando esse trabalho, que nós conseguimos depois de tanto tempo”, acrescenta Everton.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.