quinta-feira, 27 de Setembro de 2012 16:00h Juliana Lelis

Posto Itinerante Móvel da Ouvidoria Geral do Estado é instalado em Divinópolis

O posto itinerante da Ouvidoria Geral do Estado de Minas Gerais está em Divinópolis desde ontem. O posto móvel esteve no quarteirão fechado da Rua São Paulo, e estará hoje na Praça do Santuário de Divinópolis. O intuito é divulgar para a população, que  a Ouvidoria Geral do Estado, proporciona  a possibilidade de denunciar, reclamar ou sugerir ações por parte dos serviços públicos estaduais. Nos postos móveis que estão na cidade, as pessoas podem deixar suas reclamações, que serão levadas para os órgãos responsáveis, tentando encontrar o motivo dos problemas e suas possíveis soluções.

 


A ouvidoria Geral, está aberta para atender 6 tipos de demandas da cidade. As pessoas podem procurar atendimentos para esses problemas, pelo site da Ouvidoria, por carta ou no telefone gratuito 0800 283 9191. Os seis tipos de ouvidorias são : Ouvidoria Ambiental, Educacional, Polícia, Sistema Penitenciário, da Fazenda, Patrimônio, Licitações Públicas e de Saúde.

 


O Ouvidor do Sistema Penitenciário, Marcelo José Gonçalves da Costa, falou que “somos uma equipe da ouvidoria geral que é um orgão do governo, que tem como missão aproximar o cidadão das políticas públicas e da atuação governamental. Então a ouvidoria, ela capta as mensagens, as manifestações que podem ser elogios, críticas, sugestões, denúncias do cidadão referentes à administração pública estadual, e a ouvidoria ela se divide em seis tipos distintos de assuntos de interesse público, então todos os temas são ligados à vida cotidiana do cidadão. Então se o cidadão por exemplo, está com um problema na área de saúde estadual, ele deve procurar a ouvidoria e fazer sua queixa, sua denúncia ou sua sugestão. E se por outro lado ele estiver sendo muito bem atendido, se as políticas públicas estão atendendo seus anseios, ele pode procurar  a ouvidoria para fazer um elogio. Então o papel da ouvidoria é exatamente esse, aproximar o cidadão comum, por mais simples que seja, das ações do governo. E essa atividade que estamos fazendo hoje, é porque a ouvidoria tem que estar onde o cidadão está, e o cidadão está nas ruas, então montamos um posto avançado que chamamos de ouvidoria móvel, para estarmos nas cidades recebendo as suas manifestações e até para divulgar que a ouvidoria ela está aqui, pronta para fazer essa ligação das pessoas com o governo” contou.

 


Marcelo contou ainda que “ Essas atividades, tem sido realizadas há alguns meses, e já tem surtido muito efeito, porque pretendemos primeiramente divulgar a ouvidoria, mostrar para as pessoas que elas podem se manifestar, que aqui elas tem voz, que podem registrar suas queixas, e podem acompanhar a evolução de seus problemas. Porque a nossa ideia ao procurar essa manifestação por parte da população, é para que surta um efeito na gestão de administração do nosso município. Então quando uma pessoa faz uma reclamação de saúde por exemplo, levamos a demanda para o secretário de Saúde, para que esse encontre a solução para o problema, porque muitas vezes, o gabinete não está enxergando o problema, então não é possível encontrar a solução. E isso vai contribuir para uma nova gestão de estado” falou.

 


O Ouvidor disse ainda que “ em Divinópolis a ouvidoria que teve mais reclamações foi a de saúde, e o atendimento integrado teve elogios. Então o nosso objetivo final é melhorar ou aprimorar o serviço público prestado para o cidadão, esse é o nosso papel” concluiu.

 

O itinerante móvel já esteve em Ipatinga, Coronel Fabriciano,  e seguirá para Juiz de Fora, Carmo do Cajuru e Pará de Minas.
 

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.