quarta-feira, 13 de Janeiro de 2016 09:10h Jotha Lee

PPS e PROS podem fazer composição para disputar a sucessão de Vladimir Azevedo

Mal começou 2016 e os políticos de Divinópolis intensificaram as conversas com vistas as eleições de outubro, quando serão eleitos prefeitos e vereadores para os mandatos que começam em 2017

Novos nomes já surgiram e o PSDB, que até então vinha se mantendo em silêncio, trabalha ativamente para convencer o promotor público aposentado, Expedito Lucas da Silva, a aceitar a candidatura pelo partido. O deputado federal Domingos Sávio vem mantendo conversas com o promotor desde o ano passado, que já sinalizou que pode aceitar a disputa. Domingos Sávio afirma que a política precisa de nomes novos, que transmitam segurança ao eleitor. No seu entendimento, Expedito Lucas reúne essas condições e pode ser a grande surpresa política em outubro.
Domingos Sávio faz também uma avaliação do governo de Vladimir Azevedo (PSDB) e diz que o atual prefeito precisa fechar bem o seu mandato. “O Vladimir tem que usar de toda austeridade, tem de ter responsabilidade, e não pode entregar uma prefeitura em condições piores do que a que ele recebeu. Ele tem que se preocupar em deixar a sua marca, e eu tenho certeza que deixará. Espero que ele entregue o Centro Administrativo, o Hospital Público Regional, que ele inicie efetivamente as obras de despoluição do Rio Itapecerica, mas a principal obra que ele tem que entregar é uma prefeitura organizada, para que a cidade não seja prejudicada no futuro. Eu entendo que 2016 será um ano muito difícil, mas que terá que ser enfrentando com muita responsabilidade, com austeridade por todos os governantes. Nós citamos Divinópolis como exemplo, mas isso deve ser em todas as cidades”, analisou.
O deputado, que também é presidente do PSDB estadual, disse ainda que esse será um ano importante para o partido, que precisa ter um bom desempenho nas eleições municipais de outubro. “Nesse ano, nós do PSDB, vamos iniciar a luta por mudanças profundas na política brasileira. Nós vamos iniciar uma luta para ganhar o máximo de prefeituras ou com candidato do PSDB ou com aliados nossos, para que a gente tenha condições de ganhar o governo do Estado e ganhar a presidência da República em 2018. Ou nós fazemos isso ou o PT se perpetua no poder, o que no meu entendimento é muito ruim para o país”, finalizou.

 


PROS X PPS
Enquanto o PSDB busca um nome, o PPS, do deputado estadual Fabiano Tolentino, tem sido cortejado por diversas legendas, mas o partido ainda não definiu qual será sua posição na sucessão municipal. O ex-prefeito Aristides Salgado, recentemente filiado à legenda, é uma das opções, conforme admite Tolentino, mas também não está descarta uma dobradinha com o PROS, que já tem a pré-candidatura do vereador Marquinhos Clementino. De acordo com Fabiano Tolentino, essa definição deverá ocorrer somente em março, mas ele vê com bons olhos uma aliança com o PROS. Marquinhos Clementino também admite a composição, desde que ele seja cabeça de chapa.
No PMDB, a pré-candidatura do ex-prefeito Galileu Machado já está confirmada desde o ano passado e o partido procura um vice, com diversas possibilidades segundo colocadas à mesa. Uma delas é uma dobradinha com o PRB, que poderia entrar com a ex-vereadora Heloisa Cerri como vice-prefeita de Galileu. Entretanto, Cerri está sendo pressionada para entrar na disputa como candidata a prefeita e esta é a possibilidade mais próxima. “Do jeito que a coisa está indo, não descarto a possibilidade de disputar a eleição como candidata a prefeita”, afirma a ex-vereadora.
Já no PDT, o atual vice-prefeito Rodrigo Resende continua buscando alianças. Pré-candidato desde o ano passado, Resende ainda não tem um candidato a vice, mas garante que terá uma boa base de aliados. Outro nome que também reapareceu no cenário político, é o do ex-prefeito Demetrius Pereira. Embora ainda não tenha definido seu futuro político, o ex-prefeito diz que sua candidatura depende de uma série de fatores, mas que há grande possibilidade de sua candidatura se efetivar. “Eu não vou fugir da raia”, garante.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.